Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
(67) 99659-5905

Embrapa Dourados promove amanhã Mostra de Tecnologias

02 março 2010 - 08h50

Representantes da Assistência Técnica e Extensão Rural da região da Grande Dourados terão a oportunidade de trocar experiências com pesquisadores e técnicos da Embrapa Agropecuária Oeste, de Dourados, na Mostra de Tecnologias da Embrapa, marcada para amanhã, dia 03 de março das 7h30 às 11h30.

Na ocasião, os participantes poderão visitar o campo experimental da Embrapa e receber informações sobre “Integração Lavoura-Pecuária”, “Consórcio de milho com braquiária” (foto) “Espécies de forrageiras e adubos verdes” e “Tecnologias para as culturas de soja e de milho”.
“Além dos temas programados, também poderão ser discutidos outros relacionados à safra atual, dependendo da demanda e interesse dos participantes”, acrescenta o técnico da Embrapa, Euclides Maranho.

Sobre o Consórcio de milho com braquiária, será abordado, entre outros aspectos, o potencial de aumentar os benefícios do consórcio para racionalizar custos com o ajuste na população de plantas de braquiária, visando diminuir a competição com o milho.

Em relação à adubação verde, serão discutidas as pesquisas que a Empresa tem para identificar a melhor época de manejo para os adubos verdes de primavera/verão, além dos estudos para avaliar os efeitos do adubo verde em culturas como feijão comum, feijão caupi, milho e mandioca.

De acordo com o pesquisador Milton Padovan, a adubação verde é uma prática agrícola milenar, que tem o objetivo de melhorar a capacidade produtiva dos solos, através da oferta de material orgânico vegetal não decomposto produzido por plantas cultivadas exclusivamente para este fim, que são manejadas no início do ciclo reprodutivo. “Essas espécies [adubos verdes] são estratégicas em sistemas de rotação de culturas, ou seja, para cultivos entre as culturas de interesse econômico bem como para consórcios”, explica.

Quanto à Integração Lavoura-Pecuária (ILP), serão explicadas as vantagens do sistema tanto do ponto de vista econômico quanto agronômico. A recomendação é que tendo a agricultura e a pecuária, se num ano uma dessas atividades estiver com problemas de produção, a outra pode ajudar a manter a estabilidade econômica da propriedade.

“O uso de ILP também auxilia agronomicamente por reduzir custos de produção, aumentar a eficiência dos insumos utilizados, melhorar a qualidade do solo e aumentar a chance de produzir mais com o mesmo valor investido”, acrescenta o pesquisador Júlio Cesar Salton.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha em alta nesta quinta-feira
SETE QUEDAS
Polícia apreende quase 400 kg de maconha sendo trasportada em carro
PRF
Caminhonete roubada após sequestro teria Dourados como destino
BRASIL
Captação da poupança bate recorde em maio
LEGISLATIVO
Sancionada lei que define 12 de novembro como o Dia do Pantanal
ARTIGO
Amor e harmonia na pandemia, o desafio!
PANDEMIA
Onze dias após 'bater' mil casos de coronavírus, MS deve dobrar número
CONTRABANDO
Veículo abarrotado de cigarros é apreendido em barreira policial
OPERAÇÃO TNT
Investigação teve início após PRF desconfiar de valores superfaturados de máscaras
DOURADOS
Após apelo de Reinaldo, Geraldo Resende permanece no governo

Mais Lidas

EPICENTRO
Casos de coronavírus "explodem" e Dourados registra recorde de confirmações
PANDEMIA
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
PANDEMIA
Comitê aponta surtos de coronavírus em dois pontos de Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Casal é preso após entreposto da droga ser fechado em Dourados