Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
GRIPE

Dourados tem três casos suspeitos de H1N1

18 junho 2015 - 14h30

Foi divulgado na manhã desta quinta-feira (17) o Boletim Epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul) e nele consta três casos notificados em Dourados, com suspeita da gripe H1N1. Em todo o Estado, são até o momento 405 registros, 36 deles confirmados por pessoas que contraíram gripe. Dentre eles estão três por H1N1, 29 por A H3N2 e quatro por influenza B.

Segundo o relatório os municípios com casos confirmados em 2015 com H1N1 foram Campo Grande com 2 e Sidrolândia com um. A capital lidera o número de notificações com 106, em seguida São Gabriel do Oeste e Sidrolândia com cinco cada. Apesar da quantia, não há mortes registradas este ano, diferente de 2014, quando 21 pessoas morreram após contraírem a H1N1, seguido de sete por influenza A/H3 sazonal e uma pela influenza “A” não subtipado.

Apesar do boletim da SES, divulgar os casos na cidade, o coordenador de vigilância epidemiológica de Dourados, Devanildo Souza, disse ao Dourados News, que já foram feitos os exames necessários em relação a esses pacientes e todos constaram negativo para a doença nos casos apresentados no boletim.

“Nos três casos foram realizados dois exames, o Imunofluorescência indireto e o RT-PCR e constaram negativos para a H1N1, ou seja, não há casos confirmados da doença até o momento em Dourados”, conta Devanildo.

Ele disse ainda que os três casos suspeitos no município foram em pessoas do sexo feminino, sendo um bebê de 10 meses de vida, uma menina de três anos e uma mulher de 45 anos.

CUIDADOS

No dia 14 de maio, o Dourados News divulgou uma entrevista com o médico pneumologista, Nei Quirino Cavalcante, onde ele explicou sobre as doenças respiratórias mais comuns durante o inverno, assim como os cuidados que a população deve ter neste período.

Segundo ele, é necessário que os ambientes sejam arejados e alerta às pessoas gripadas ou com sintomas de gripe, para não sair de casa. "Se precisar sair, é bom se proteger, usar máscara, procurar um profissional da área de saúde", conta. [Veja aqui a entrevista completa aqui](http://www.douradosnews.com.br/m/dourados/a-pessoa-gripada-deveria-ficar-em-casa-nem-sair-para-o-trabalho-diz-o-pneumologista).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANTANAL
Bombeiros superam cansaço e calor para controlar incêndios no Amolar
CAPITAL
Garras prende três com droga e munições para fuzil AK-47 na BR-163
LOTERIA
Confira as dezenas sorteadas da Mega-Sena; prêmio é de R$ 60 milhões
COXIM
Polícia Ambiental captura iguana em prateleira loja de utilidades
NÚMEROS DA PANDEMIA
Brasil chega a 143.886 mortes por Covid e passa de 4,8 milhões de casos
DESCAMINHO
Polícia Militar apreende veículo com contrabando no distrito de Itahum
POLÍTICA
MS renova compromisso pelo fim do sub-registro e acesso à documentos
CAPITAL
Polícia divulga WhatsApp para denúncias sobre carro usado em sequestro
ARTICULAÇÕES
Planalto tira Carla Zambelli e bolsonaristas de vice-liderança na Câmara
ACIDENTE
Piloto de avião que caiu em Camapuã é transferido de UTI aérea para SP

Mais Lidas

REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Disputa pela prefeitura tem dois milionários e total de bens chega a R$ 13 milhões
CAPITAN BADO
Ataque de pistoleiros a veículo deixa dois mortos na fronteira