Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Dourados intensifica ação contra mato e sujeira em terrenos

03 março 2010 - 07h31

A partir desta quarta-feira, todas as áreas onde existe ou não construção, mas que estejam tomadas pelo mato e a sujeira, serão alvo de uma ação mais rigorosa por parte da Prefeitura de Dourados. Fazendo valer a Lei Municipal de 2006 que trata do controle da dengue e da febre amarela, o município vai expedir notificações seguidas de aplicação de multas aos moradores. O objetivo é punir os donos de terrenos que, por falta de manutenção de seus imóveis, estejam colocando em risco a saúde da população.

A fiscalização das áreas e o comunicado à Secretaria de Serviços Urbanos (Semsur) e ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) passam a ser feitos pelos 120 agentes de saúde que passam a atuar também como fiscais.

Segundo a coordenadora do CCZ, Rosana Alexandre da Silva, esses técnicos vão colaborar com a Secretaria Municipal de Saúde no trabalho de combate aos focos do mosquito transmissor da dengue, ação desenvolvida em conjunto pelo órgão e o Departamento de Vigilância em Saúde.

Conforme Rosana da Silva, como os agentes de saúde já conhecem bem a cidade, inclusive as regiões onde a situação é mais crítica, a ação conjunta deve facilitar o trabalho de identificação dos terrenos sujos.

Além de fazer as visitas domiciliares, orientações à comunidade e aplicação de larvicida, os agentes de saúde vão informar à Semsur e ao CCZ sobre os locais com mato, sujeira, lixo doméstico exposto e ainda objetos espalhados pelos terrenos e que podem se transformar em criadouros do mosquito.

A partir dessa constatação, os casos serão encaminhados ao CCZ ou à Semsur e os donos ou ocupantes dos imóveis serão responsabilizados. Nos terrenos cobertos pelo matagal, a Semsur fará a roçada e o dono terá que pagar pelo serviço e ainda recolher uma multa. Já nos locais onde houver sujeira ou focos de dengue, os responsáveis pela propriedade serão notificados a efetuar a limpeza no prazo máximo de dez dias. Caso não cumpram a determinação, serão penalizados com multa que varia de R$ 100 a R$ 800.

Ontem, a coordenação do CCZ e os diretores de Vigilância em Saúde, Elisa Hidalgo e de Controle de Vetores, Sebastião Aparecido Marcondes, se reuniram com um grupo de agentes de saúde para definir a forma de atuação.

O trabalho mais rigoroso começa a ser desenvolvido em todas as regiões de Dourados nesta quarta-feira. De acordo com Marcondes, a maioria dos focos da doença está hoje nas residências, mas isso não quer dizer que a situação dos terrenos baldios não seja preocupante.

“Em muitos desses locais não há como a gente entrar [no terreno]. Esses imóveis que geralmente ficam trancados e possuem muros altos, acabam se transformando em depósitos de lixo. Com essa medida de notificar os proprietários, creio que vamos ter um panorama melhor da situação e avançar
nas ações de combate aos focos do mosquito”, afirmou Marcondes.


Novos Casos

O mais recente boletim da dengue mostra que já foram notificados 1.505 casos da doença. Dos 879 positivos, três foram considerados graves e dois já identificados como dengue hemorrágica. Do restante de notificações, 454 ainda aguardam resultado de exame e 162 deram negativo. A diretora de Vigilância em Saúde, Elisa Hidalgo, disse que a situação é alarmante e que se não houver maior conscientização da população o quadro pode se agravar ainda mais.

Segundo ela, é preciso que as pessoas com suspeitas da doença procurem uma unidade de saúde mais próxima de casa, já que a Rede de Saúde Pública está preparada para fazer o procedimento correto. O Hospital Universitário (HU) está com leitos disponíveis para atender somente os casos de dengue. O HU se transformou em unidade referência no acompanhamento e tratamento da doença.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Polícia investiga morte de bebê de seis meses após queda de carrinho
ECONOMIA
Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para garantir empréstimos
TRÁFICO
Polícia apreende 743 quilos de maconha que seguiria para a Capital
RECURSOS
Estado repassa R$ 6 milhões para auxiliar ações na saúde de Dourados
ECONOMIA
Novo Plano Decenal de Energia trará ajustes por causa da pandemia
DOURADOS
Bancários empossam nova diretoria no domingo
OPERAÇÃO TAMOIO
Polícia recupera três veículos com queixa de furto
SAÚDE
Sul-mato-grossense Aracy Balabanian tem alta de hospital após internação
DOURADOS
Mulher tem moto furtada enquanto trabalhava
INQUÉRITO DAS FAKE NEWS
Weintraub fica calado em depoimento sobre ofensas a ministros do STF

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
TRÁFICO
Servidor da Sesai usava veículo oficial para trazer maconha do Paraguai
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
DOURADOS
Após brigar com a ex e decidir dormir na rua, homem é assaltado e agredido