Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
(67) 99659-5905
IMUNIZAÇÃO

Doses não chegam e Dourados inicia semana sem vacinas contra a Influenza

30 março 2020 - 08h13Por André Bento

Dourados está sem vacinas contra a Influenza. Nesta segunda-feira (30), o cronograma estabelecido no município para campanha nacional de imunização previa que fossem vacinados idosos de 60 a 70 anos, bombeiros militares e profissionais da saúde da atenção primária.

Contudo, o gerente do Núcleo de Imunização, Edvan Marcelo Morais Marques, informou ao Dourados News nesta manhã que o estoque não foi reposto e está zerado. Ele aguarda o envio de novos lotes.

Iniciada na terça-feira (24) em Dourados com foco em idosos acima de 80 anos, bombeiros militares e profissionais da saúde da atenção primária, a vacinação previa pontos extras em unidades volantes, uma na Praça Antônio João e outras três ‘Drive Thru’, divididas entre o Estádio Douradão, o Ginásio de Esportes, e o Jorjão.

No entanto, das 90 mil doses esperadas do Ministério da Saúde pelo município para os dois meses de campanha, somente 6 mil chegaram e logo no primeiro dia houve falta. Na quarta-feira (25), outras 4 mil foram distribuídas aos postos de vacinação, mas também não foram suficientes.

No release de divulgação da campanha de imunização em Mato Grosso do Sul, publicado em 19 de março, a Secretaria de Estado de Saúde informou que ainda não havia recebido o calendário completo de recebimentos dos lotes de vacina contra a Influenza e fez um alerta.

“É importante ressaltar que ao antecipar a campanha a nível nacional aparentemente não se levou em conta os tempos necessários para organizar a logística e fazer a distribuição aos municípios, principalmente nas localidades mais distantes da capital ou de difícil acesso”, ponderou.

Segundo o gerente do Núcleo de Imunização de Dourados, além do envio de poucas doses, também houve aumento na procura pela imunização porque algumas pessoas acreditam, de forma incorreta, que a vacina contra Influenza também combate o novo coronavírus (Covid-19).

“O pessoal tem que entender que o grande objetivo é o idoso e profissionais de saúde, para amenizar os efeitos gripais da Influenza. Se tomou a vacina e apresentar sintomas de gripe, podemos voltar a atenção para outra doença e começamos a ter diagnóstico por exclusão. A População tem que entender que esse momento requer cautela. Vale muito mais ficar em casa do que bater de porta em porta buscando vacina”, ressaltou ainda na semana passada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Cidades com menos de 15 mil habitantes devem usar pregão eletrônico
CAMPO GRANDE
Criança que teve 90% do corpo queimado em incêndio morre no hospital
DOURADOS
Licitação de R$ 5,4 milhões para empresa tapar buracos é adiada
SAÚDE & BEM - ESTAR
Cárie: tem muita coisa que você (ainda) não sabe
TRÁFICO DE DROGAS
Homem é preso transportando maconha em ônibus
PONTA PORÃ
Idoso é atropelado por moto e morre horas depois no Hospital Regional
NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS
Credibilidade e confiança
DESINCOMPATIBILIZAÇÃO
Secretário oficializa saída do governo para disputar eleições municipais
DOURADOS
Junho começa com previsão de chuva e tempo fechado na primeira semana
DOURADOS
Polícia apreende mais de 350 kg de maconha e fecha entreposto da droga em residência

Mais Lidas

PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos
DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
DOURADOS
Homem é encontrado morto embaixo de ponte no córrego Laranja Doce