Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
CLIMA

Dourados contabiliza estragos de segunda tempestade em menos de 15 dias

09 novembro 2020 - 08h24Por André Bento

Dourados inicia a semana ainda sem saber ao certo as dimensões do estrago causado pela rápida chuva acompanhada de ventos na tarde de domingo (8). Quedas de árvores bloquearam ruas, provocaram interrupção no fornecimento de energia elétrica, danificaram carros e uma família residente no centro da cidade foi desalojada porque obra vizinha despencou sobre o telhado.

A sujeira nas ruas se mistura com a de duas semanas atrás, quando a prefeita Délia Razuk (sem partido) decretou situação de emergência por causa da tempestade de 26 de outubro, ocasião em que choveu 24.0 milímetros durante 1 hora e 28 minutos e foram registradas rajadas de 46 quilômetros por hora às 7h25, classificadas como muito fortes.

Coordenador da Defesa Civil no município, Ademir Martins informou ao Dourados News na manhã desta segunda-feira (9) que apesar dos estragos não houve feridos.

“Atendemos dois prédios afetados. Teve uma família desalojada na região central, porque uma construção na esquina caiu sobre a residência, afetou o telhado. Foram para casa de parentes. Só danos materiais. E escola de idiomas também foi atingida. Na Rua Monte Alegre com a Albino Torraca”, detalhou.

Segundo ele, mais de 20 árvores caíram na cidade, a maioria na via pública. Por isso, Defesa Civil, Semsur (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos) e 2º GBM (Grupamento de Bombeiros Militar) concentram esforços na desobstrução das ruas bloqueadas.

Embora o Guia Clima da Embrapa Agropecuária Oeste tenha apurado apenas 0.5 milímetro de chuva na tarde de ontem, sem registro de ventos fortes, Ademir afirmou que choveu 9 milímetros e rajadas de vento localizadas atingiram velocidade estimada de 60 quilômetros por hora.

Procurado nesta manhã, o secretário municipal de Serviços Urbanos, Fabiano Costa, não atendeu as ligações da reportagem. Em recente entrevista à TV Dourados News, ele declarou que a limpeza pública do município tem sido feita por equipe própria, já que o contrato de mais de R$ 100 milhões para terceirização do serviço acabou e nova licitação foi barrada pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) por indícios de irregularidades.

Conforme o edital do processo licitatório, essa nova contratação era justificada justamente "diante da escassez de recursos humanos na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, habilitados a realizar de forma adequada os referidos serviços e da ausência de equipamentos necessários para tanto". (saiba mais)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem é amarrada, espancada e tem roupas rasgadas por ex
PRESO NO RIO
Ministro do STF nega transferência de Roberto Jefferson para hospital
TRÁFICO
Demitida por ir ao médico, mulher é presa com maconha em Aeroporto
UEMS
Auxílio Mobilidade Internacional abre inscrições para seleção de propostas
JUSTIÇA
Tenente filmado agredindo mulher é condenado a 1 ano e 5 meses
IMUNIZANTE
Fiocruz entrega 4,5 milhões de doses de vacina contra a covid-19
Menina diz ter sido estuprada por veterinário em festa de casamento
VIAGENS
Consulados dos Estados Unidos voltam a emitir visto para brasileiros
CORUMBÁ
Motorista que morreu em acidente viajava a trabalho de empresa alimentícia
POLÍTICA
Câmara de Dourados aprova mais 10 projetos de lei em Sessão Ordinária 

Mais Lidas

CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
DOURADOS
Namorada posta 'status' de jovem com arma, polícia rastreia carro e prende rapaz
DOURADOS
Três vias de Dourados passam a ser "mão única"
DOURADOS
Mulher "roleta" Weimar, causa acidente e deixa motociclista ferido gravemente