Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
CONTRA A PEC 215

Protesto termina e indígenas liberam a "156"

11 novembro 2015 - 18h20

Terminou pouco depois das 17h desta quarta-feira (11) [o protesto dos indígenas das aldeias Jaguapiru e Bororó](http://www.douradosnews.com.br/dourados/indigenas-bloqueia-rodovia-ms-156-em-protesto-contra-pec-215) de Dourados que bloquearam durante todo o dia a MS- 156, que dá acesso a cidade de Itaporã. Eles formaram barreiras na via com faixas, galhos de árvores e no local diziam palavras de ordem contra a PEC 215 e por vezes chegaram até a cantar e dançar músicas típicas de sua cultura.

O Dourados News esteve no local e acompanhou o ato. Só era permitida a passagem de ambulâncias ou de pessoas da comunidade indígena pela via. Veículos de carga ficaram estacionados na pista e durante a tarde a fila chegou a cerca de 1 km na via no sentido Dourados/ Itaporã.

Para o líder indígena da Aldeia Jaguapiru, Silvio de Leão, o ato foi bastante proveitoso e mostrou a união da comunidade em prol da luta contra a proposta.

“Foi um movimento pacífico, ordeiro, teve total participação da comunidade indígena, para nós foi muito bom esse movimento, nossa população abraçou a causa e pudemos mostrar nossa força contra essa lei que quer tirar nossa autonomia ” destacou.

A PEC 215 tramita no Câmara dos deputados e inclui dentre as competências exclusivas do Congresso Nacional a aprovação de demarcação das terras tradicionalmente ocupadas pelos índios e a ratificação das demarcações já homologadas, estabelecendo que os critérios e procedimentos de demarcação sejam regulamentados por lei.

Para o líder, as modificações se aprovadas, colocarão o poder de decisão de questões indígenas ‘nas mãos’ de pessoas que não se sensibilizam com as causas do povo.

“Se aprovarem, vai ser trocada a constituição 231 por outro comando e isso é muito ruim já que quem vai decidir as coisas para nós são deputados e senadores, que são empresários, fazendeiros e que não vão aprovar nada para gente, não vão se importar com nossos direitos”, citou.

Ainda de acordo com Sílvio, o protesto pela causa não tem outras datas previstas para acontecer, mas novos movimentos já estão sendo programados com de pedidos de melhorias para as estradas internas das aldeias. Ele cita que as novas manifestações não terão tempo exato para ocorrer.

“Esse ato foi só hoje, mas já estamos programando outro pois precisamos de atenção para nossas estradas, que é só entrar [nas aldeias] para ver as condições, não colocam cascalho, não fazem nada, estamos se organizando para voltar por esse motivo e quando a gente voltar vai ser por tempo indeterminado, a gente quer que aconteça alguma coisa na nossa aldeia” finalizou.

Bloqueio ocorreu também na BR-163

Outro bloqueio aconteceu na região, no Km 308 na BR 163 próximo a ponte sobre o Rio Brilhante, no município de mesmo nome. O protesto também foi uma manifestação feita pelos indígenas da região pelo mesmo motivo e a via foi liberada por volta das 15h15,[veja aqui]( http://www.douradosnews.com.br/noticias/cidades/indigenas-liberam-br-163-apos-seis-horas).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
Sanesul entrega reservatório de 4 milhões de litros de água em Três Lagoas
MERCADO DA BOLA
Flamengo exige acordo de até R$ 65 mi por venda de Everton Ribeiro
PANDEMIA
Uso de transporte público cai em cidades brasileiras, aponta relatório
BRASIL
Secretários de saúde defendem que vacina vá para grupos vulneráveis
CULTURA E ESPORTE
Projeto reforça garantia de pessoa com deficiência participar de eventos
TECNOLOGIA
Nova meta do governo prevê fibra ótica em 99% das cidades brasileiras
ECONOMIA
Comunicações e BB fazem parceria para expansão de sinal de internet
OPINIÃO
Os prefeitos e o combate à Covid-19
PANDEMIA
MS recebe 269 mil seringas e agulhas para reforçar campanha de imunização
SAÚDE
Sociedades médicas se reúnem para congresso de câncer de pele em abril

Mais Lidas

ACIDENTES
Trânsito de Dourados faz terceira vítima fatal no ano, todas motociclistas
TEIXEIRA
Ex-primeira-dama morre cinco dias após o marido em Dourados
BR-276
Carreta com quase dez toneladas de maconha é apreendida em Dourados
DOURADOS
Empresária leva prejuízo de R$ 7 mil ao ter loja arrombada por ladrões em bairro