Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Desfile cívico leva mais de 20 mil pessoas à Marcelino Pires

07 setembro 2017 - 12h20

O Desfile cívico em Dourados na manhã desta quinta-feira (07) contou com a presença de mais de 20 mil pessoas. O levantamento é da Polícia Militar que estima a passagem de 20 a 25 mil pessoas na avenida Marcelino Pires. A atração começou por volta das 08h.

A prefeita Délia Razuk realizou o hasteamento da bandeira para dar abertura ao evento. Logo no início das atividades, um grupo de professores e moradores do parque dos Jequitibás protestava contra a administração municipal.

O palanque foi composto por vereadores e secretários municipais. As ações tiveram início com apresentações do Exército que levou à avenida a banda, viaturas e equipe. Na sequência, o Corpo de Bombeiros, a Guarda Municipal, Polícia Militar e Defesa Civil participaram do ato.

As escolas municipais e Ceim’s (Centros de Educação Infantil Municipal) participaram com danças, fanfarras, apresentações artísticas e com temas de conscientização como meio ambiente, respeito cultural, inventivo a leitura, entre outros.

Participantes de ações do projeto Palco para Todos levaram danças e atividades esportivas à avenida. Associações como o Centro de Deficientes, cultura japonesa e o CTG (Centro de Tradições Gaúcha) também marcaram presença.

A prefeita Délia Razuk disse que "o desfile foi organizado com muito carinho pela equipe e que a administração seguirá no incentivo do civismo com carinho e compromisso".

Ainda antes do término das apresentações, o Grito dos Excluídos reuniu dezenas em frente ao palanque. Eles permaneceram no local por algum tempo, quando foram alertados por policiais militares para abrirem espaço para o término das apresentações.

As reivindicações principais eram as dos professores que estão em greve e solicitam reajuste salarial. Além disso, os bancários se posicionavam contra a terceirização. Haviam ainda temáticas como o empoderamento feminino e contra o cenário político em geral.

Alguns manifestantes contestaram o pedido de deixarem o local. Neste momento, uma mulher acusou um homem de agressão.

O fato foi negado, porém, ambos acabaram levados para prestarem esclarecimento [entenda](http://www.douradosnews.com.br/dourados/confusao-marca-encerramento-do-desfile-em-dourados).

Parte das autoridades políticas não permaneceram até o final do desfile que se encerrou por volta das 11h.
Ainda conforme a PM, o número de participantes deste ano supera o de 2016 quando o registro foi de 15 mil em média.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Balança comercial tem superávit de US$ 4,548 bilhões em maio
PANDEMIA
Vizinho de MS, Paraguai chega próximo de confirmar mil casos de coronavírus
POLÍCIA
Morador de Nioaque é condenado a três anos de prisão por vender arma a adolescente
SAÚDE
Dourados concentra quase um quinto dos casos de coronavírus em MS
MATO GROSSO DO SUL
Motorista tem prisão preventiva decretada por acidente de trânsito que resultou em morte
ESPORTE
Definidos os campeões do torneio virtual de beach tennis
RELAÇÕES EXTERIORES
Brasil recebe dois milhões de doses de hidroxicloroquina dos EUA
6ª VARA CÍVEL
Empresário vai à Justiça contra toque de recolher em Dourados
MATO GROSSO DO SUL
Detran retoma aplicação de exames práticos e teóricos no interior
BRASIL
Casos de feminicídio crescem 22% em 12 estados durante pandemia

Mais Lidas

PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos
DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
DOURADOS
Homem é encontrado morto embaixo de ponte no córrego Laranja Doce