Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Desembargador federal fala sobre “habeas mídia” na Unigran

14 março 2013 - 08h54


A palestra proferida pelo desembargador Newton De Lucca, presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), foi um evento realizado pelo curso de Direito da UNIGRAN. Dr. Newton é um dos grandes nomes no cenário jurídico brasileiro e também internacional e é professor livre docente da Universidade de São Paulo (USP).

Segundo o coordenador de Direito da UNIGRAN, Joe Graef, a vinda do desembargador proporciona uma troca de conhecimento e possibilita o enriquecimento local. “No nosso projeto pedagógico sempre que é possível abrimos um espaço para que haja uma fluência de conhecimentos trazidos de debates que venham de outros lugares. Neste caso, propiciando ferramentas e elementos para que professores e alunos possam entender a questão da liberdade de impressa por outro viés. Essa liberdade é importante para o estado democrático de direito, mas tem limites”, assegura o professor.

Conforme o desembargador a proposta de um “habeas mídia” se deu para coibir os abusos da imprensa inescrupulosa contra os cidadãos. Mas ele avisa que a intenção não é fazer censura. “O habeas mídia funcionaria na seguinte situação: você percebe que um jornalista está divulgando informações tendenciosas e que está denegrindo a sua honra. Como você vai fazer? Tem que ter um instrumento jurídico. O Habeas Mídia seria esse instrumento constitucionalmente assegurado, que se daria ao cidadão, toda vez que esse bem jurídico disponível que é a honra, a reputação e imagem, estivessem sendo injustamente atacada”, explica Dr. Newton.

Para o presidente do TRF não há dúvidas que é necessário e indispensável a liberdade de imprensa, mas também é preciso que haja o direito e proteção da intimidade e da honra. “É importante verificarmos quando uma determinada informação é efetivamente de interesse público. Ai sim nós vamos dizer: essa informação é de interesse público e o direito a imagem é um direito privado e nesse caso deverá prevalecer o direito público sobre o direito privado. Bom, tudo bem. Quando é assim, não se discute. São sutilezas que precisam ser analisadas com muito cuidado”, sugere.

Dr. Newton justifica a proposta garantindo que “a imprensa marrom aqui no Brasil está vestindo um preto lustroso. Que está dando muito ibope pra eles. Daí a importância do Habeas Mídia para conter um pouco o salto alto da imprensa marrom. E é péssimo porque denigre o trabalho de ótimos jornalistas. Eu sou amigo de muitos jornalistas e tenho muita admiração por eles. Agora, assim como eu os admiro, eu também tenho o direito de detestar alguns”.

A proposta feita pelo desembargador não foi efetivada, segundo ele para aprovar uma emenda constitucional é necessário ter um fórum especial no parlamento. “No momento é muito difícil, a menos que no futuro os partidos políticos ou o governo e o poder executivo se interesse a cuidar desse assunto, mas realmente precisaria de uma emenda constitucional pra que esse instituto fosse adotado e que efetivamente protegesse os cidadãos”. Ele conclui, “Um país sem jornalismo está fadado a não ser um estado democrático de direito. Agora tudo isso não se confunde com abuso do poder midiático”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Só de calcinha, mulher dirige na contramão e provoca acidente
MOBILIDADE URBANA
Cidades de MS têm novo prazo para assinar contratos de programa de mobilidade
NEGÓCIOS & CIA
Visual informática: Dicas de manutenção preventiva de computadores e notebook
DOURADOS
Cesta básica fica mais cara e pesquisa aponta possível especulação por pandemia
TRAGÉDIA
Motorista douradense morre após acidente no Paraná
BRASIL
Cidades com mais de 50 mil habitantes começam a usar pregão eletrônico
Saúde e Bem-estar
Você já conhece os nossos planos odontológicos?
MATO GROSSO DO SUL
Unidades do Fácil permanecerão com atendimento suspenso até dia 12 de abril
DOURADOS
Denize alega "prejuízo irreparável" caso Braz seja substituído por segunda suplente
Educação
Sete plataformas digitais e metodologia para aprender inglês

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
DOURADOS
Homem agride gestante e é assassinado a pauladas em favela
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior