Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Decreto é publicado e veda volta às aulas presenciais na rede privada

04 agosto 2020 - 11h44Por André Bento

Publicado na edição desta terça-feira (4) do Diário Oficial do Município, Decreto n° 2.800, de 04 de agosto de 2020, veda o retorno de atividades de aulas presencias dos Estabelecimentos de Ensino Privado de Dourados. A norma assinada pela prefeita Délia Razuk (PTB) atende ordem judicial proferida nos autos nº 0900052-57.2020.8.12.0002, que previa multa diária de R$ 50 mil caso o município não tomasse essa providência.

Além disso, a mandatária citou entre suas justificativas a Nota Técnica nº 010 do Núcleo Técnico de Apoio ao Município de Dourados, para combate à pandemia do novo Coronavírus, e a fiscalização da Guarda Municipal de Dourados junto aos Estabelecimentos da Rede Privada de Ensino de diversos níveis.

Pelo decreto, “fica vedado o retorno das atividades de aulas presencias nos estabelecimentos de Ensino Privado no Município de Dourados, considerado o atual estágio da pandemia”.

Hoje, o município chegou a 4.402 casos confirmados da doença. Embora 3.555 desses pacientes já sejam considerados recuperados, ainda há 763 em isolamento domiciliar, 45 internados – 24 em enfermarias e 21 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), além de 57 óbitos.

Em parágrafo único, o decreto municipal diz entender-se por Estabelecimentos de Ensino Privado as Creches, Educação Infantil, Fundamental, Médio, Universitária e Cursos Profissionalizantes.

“Os hoteizinhos e atividades similares devem permanecer fechadas”, acrescenta, indicando que “o descumprimento ensejará a aplicação das sanções administrativas e penais cabíveis e implicará nas penas de interdição do estabelecimento, sem prejuízo da multa prevista no art. 186, da Lei Complementar nº 205, de 19 de outubro de 2012, no valor de 90 (noventa) UFERMS e em caso de desrespeito à interdição a multa será em dobro”.

Como a Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul está cotada pela Secretaria de Estado de Fazenda em R$ 31,18 neste mês de agosto, a punição inicial prevista na norma é de R$ 2,8 mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Números de multas e de focos de queimadas no MS já superam 2019
OPORTUNIDADE
Escola de Governo abre inscrições para turma 2 de curso gratuito de Educação Fiscal
DOURADOS
Traficantes usam fundos de igreja para armazenar uma tonelada de maconha
PANDEMIA
Dourados tem 627 pessoas em isolamento em dia com 94 novos casos de Covid
OPORTUNIDADE
IFMS retifica edital de seleção para cursos técnicos integrados ao ensino médio
30% DA CAPACIDADE
Estudo para retorno parcial de público no Brasileiro é aprovado pelo Ministério da Saúde
REGIÃO
Produtor rural é autuado por desmatamento ilegal de área protegida
MATO GROSSO DO SUL
Fundação de Turismo descentraliza recursos e publica editais de apoio
JUSTIÇA
AGU assegura direito de bloqueio de bens mesmo durante pandemia
APLICATIVO
Governo cria Cadastro Ambiental Urbano para incentivar uso de parques

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
ESTADO
Confraternização em fazenda termina com tragédia após briga familiar
TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
DOURADOS
Amigos e familiares de entregador morto em acidente pedem que justiça seja feita