Menu
Busca quarta, 08 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Administração da UFGD viabiliza R$ 11 mi para equipamentos

01 março 2013 - 09h15


Todos os 28 cursos de graduação da Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD serão contemplados com recursos destinados à aquisição de equipamentos, totalizando R$ 11 milhões em investimentos viabilizados pela administração central junto ao Ministério da Educação.

Além dessa somatória, mais R$ 1,5 milhão será destinado à Biblioteca Central para a aquisição de novos livros, sendo meio milhão para a compra de itens voltados somente para o curso de Medicina, que também terá recursos no valor de R$ 2 milhões, negociados para a ampliação do número de vagas no curso.

Segundo o reitor da UFGD, professor doutor Damião Duque de Farias, as faculdades terão 60 dias para apresentar as propostas de aquisições, com respectivos orçamentos, em documentos que deverão ser encaminhados à reitoria. “Esse é mais um compromisso assumido da administração com seus cursos, estudantes e servidores. Nesses sete anos, mesmo em meio a muitas dificuldades, avançamos e melhoramos consideravelmente as condições de estrutura física e de pessoal para o ensino, a pesquisa e extensão da Universidade”.

Para o coordenador do curso de Medicina, professor Luiz Augusto Freire Lopes, os recursos destinados para a Medicina são fundamentais para o crescimento da Faculdade. O curso terá o número de vagas ampliado e isso, consequentemente, melhora a estrutura para os acadêmicos de todos os anos. “Será um ganho para todos, elevando o padrão de ensino. Vamos investir na aquisição de materiais para os laboratórios de ensino e compra de livros. Isso melhora as aulas práticas e o atendimento na área clínica”.

Para as áreas das ciências e tecnologias, incluindo principalmente as Faculdades de Engenharia - FAEN, Ciências Exatas e Tecnologia - FACET e Ciências Biológicas e Ambientais – FCBA serão destinados mais de R$ 3,8 milhões. Segundo o diretor da FACET, professor doutor Adão Antônio da Silva, esses recursos são muito bem-vindos e importantes para equipar laboratórios que são utilizados por quase todos os cursos da Universidade. “O dinheiro vai proporcionar a aquisição de kits mais modernos atendendo uma grande demanda de acadêmicos”.

Já o coordenador do curso de Engenharia de Alimentos, Gerson Ribeiro Homem, a compra de equipamentos interfere diretamente na qualidade da formação dos estudantes e, consequentemente, na qualidade dos serviços prestados por esses alunos que, futuramente, estarão na gerência de fábricas e indústrias.

“No caso da Engenharia de Alimentos, nós somos fundamentais para a contribuição de novas tecnologias de alimentos que, neste caso, interfere na saúde das pessoas, na produção de alimentos. Podemos ser precursores na prevenção de doenças, nos processos agroindustriais e de alimentos para o consumo e o curso pode colaborar diretamente com qualidade na formação dos acadêmicos”.

No caso da Engenharia de Alimentos, os recursos deverão ser utilizados para a aquisição de máquinas e equipamentos de utensílios para as áreas das engenharias, ciências e tecnologias. O coordenador enfatiza que a sociedade é carente e que a Universidade deve estar à disposição da transferência de tecnologias, contribuindo com a comunidade local e com a produção e construção do país.

Paulino Barroso Paulino Junior, coordenador da Gestão Ambiental, destacou que para o curso o foco de investimento será para a aquisição de equipamentos, softwares e mobiliários para três principais laboratórios: o de práticas de Gestão Ambiental; o de Geotecnologias Ambientais e o de Restauração Ambiental. “Vamos investir na aquisição de materiais de escritório, para as atividades de campo que darão suporte também para a segurança no trabalho, em softwares para o geoprocessamento, enfim, para uma série de atividades que atenderá a demanda, conforme um planejamento elaborado em grupo”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO
Novos casos da covid-19 dobram na China e bolsas de valores caem
Educação
Ama estudar línguas? Conheça as profissões tradutor e intérprete
PROJETO
Cobrança de empréstimos consignados poderá ser suspensa por 90 dias
Dourados News
Campanha Solidária "Anjos de Dourados"
ARTIGO
Você sabe a diferença entre transtorno de aprendizagem e dificuldade de aprendizagem?
CRIME AMBIENTAL
Mulher de 66 anos é autuada em R$11,7 mil por derrubada de árvores
POLÍTICA
Com 19 cadeiras, Câmara de Dourados já teve 25 vereadores na atual legislatura
PANDEMIA
MP volta a recomendar uso de Fundo Municipal para combater o coronavírus
SOLIDARIEDADE
Projeto Mercado Solidário da Igreja Batista Memorial
GOVERNO FEDERAL
Assistência Social de Dourados esclarece sobre Benefício Emergencial

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tenta desviar de buraco, é atropelada por carreta e morre
FLEXIBILIZAÇÃO
Com restrições, comércio volta a funcionar amanhã em Dourados
FLEXIBILIZAÇÃO
Confira o que muda em Dourados com novo decreto do comércio
DOURADOS
Vítimas foram atingidas com 12 disparos de pistola no Jardim Carisma