Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Consórcio oferece mil vagas a jovens carentes de Dourados

04 abril 2008 - 16h15

Programa do Ministério do Trabalho inicia inscrições segunda-feira, na antiga escola Adventista.
Começam nesta segunda-feira, dia 07, as inscrições ao programa de estímulo ao primeiro emprego do Ministério do Trabalho, que no Mato Grosso do Sul vai treinar jovens de baixa renda por meio da Fundação Biótica. A meta inicial do programa é capacitar 500 jovens de baixa renda, dobrando este número no segundo semestre, sendo que até novembro cerca de mil jovens com idade entre 16 e 24 anos já estarão aptos a entrar para o mercado de trabalho.
O programa Nacional de Estímulo do Primeiro Emprego é um compromisso do Governo Federal para o combate à pobreza e exclusão social. Em Mato Grosso do Sul, onde vai começar a ser desenvolvido a partir de Dourados, o programa tem o sugestivo nome de “Meu amanhã-Consórcio Social da Juventude”, e vai oferecer bolsa cidadania para possibilitar a permanência dos jovens carentes no curso, desde que se dediquem a trabalhos voluntários sociais.
Na primeira etapa do programa o jovem passará por um processo de 200 horas de qualificação básica, com aulas de português, matemática, inclusão digital, valores humanos, ética e cidadania, educação ambiental, saúde, qualidade de vida, promoção da igualdade racial e equidade de gênero. Na segunda etapa, mais 200 horas de qualificação com capacitação nas oficinas-escolas.
Podem se inscrever jovens carentes entre 16 e 24 anos, sem registro de carteira de trabalho, que estejam estudando no Ensino Fundamental, no Ensino Médio ou na Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou, ainda, que tenha concluído o Ensino Médio e cuja renda per capita da família não ultrapasse um salário mínimo e meio.
O programa vai funcionar no Centro da Juventude (antiga escola Adventista), na rua Onofre Pereira de Matos, 970.
Fundação Biótica
A Fundação Biótica, entidade âncora do Consórcio da Juventude em Mato Grosso do Sul, é uma ONG que há dez anos tem dedicado seu trabalho à educação, pois entende que através da capacitação e qualificação será possível uma intervenção coerente dos humanos no meio ambiente, com ações planejadas, inter-relacionadas e complementares, visando à melhoria da qualidade de vida e do seu meio. Até o momento, mais de 3.000 pessoas participaram dos cursos de capacitação pela Fundação, onde foi dada uma atenção especial às comunidades indígenas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Douradense faz rifa para encontrar mãe que está internada em estado grave em Portugal
SOLIDARIEDADE
Douradense faz rifa para encontrar mãe que está internada em estado grave em Portugal
Assaltantes de motel chegaram de bicicleta e usaram o carro para levar as TV's
DOURADOS
Assaltantes de motel chegaram de bicicleta e usaram o carro para levar as TV's
Enquanto mãe trabalhava, adolescente pega moto escondido e é apreendido
IVINHEMA
Enquanto mãe trabalhava, adolescente pega moto escondido e é apreendido
DOURADOS
Prefeitura convoca candidatos aprovados no Processo de Seleção de Estagiários
Acne adulta: por que acontece e como tratar?
BELEZA E ESTÉTICA
Acne adulta: por que acontece e como tratar?
DOURADOS
Polícia estoura 'boca de fumo' e prende jovem com quase 200 papelotes de pasta base
PONTA PORÃ
Em fiscalização, polícia apreende carga de cigarros eletrônicos
BRASIL
Produção de petróleo e gás no pré-sal é recorde em setembro
SAÚDE E BEM-ESTAR
Saúde mental: 6 alimentos que aliviam a ansiedade
SUL DE MS
Projeto reconhece calamidade pública em Itaquiraí devido a vendaval

Mais Lidas

CAPTURA
Cobra é capturada em para-choque de carro na região central de Dourados
JARDIM MÁRCIA
Bandidos fazem "limpa" em motel de Dourados e levam até carro
REGIÃO
Duas pessoas morrem carbonizadas após queda de helicóptero carregado com cocaína
DOURADOS
Entreposto que tinha até pé de maconha é fechado e trio preso pela polícia