Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
ALERTA

Casos de dengue em Dourados dobram em uma semana

19 fevereiro 2020 - 15h20Por Wender Carbonari

Os números referentes aos casos confirmados de dengue em Dourados e em Mato Grosso do Sul deram um salto nos últimos sete dias, de acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (19), pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). 

Na segunda maior cidade do Estado, a quantidade de pessoas diagnosticadas com dengue saiu de 49 até o dia 12/02/2020, para 107 casos positivos até esta quarta-feira (19), no caso de Dourados, todos confirmados através de critério laboratorial. 

Outro dado que chama a atenção com relação as diferenças apresentadas em comparação com o boletim anterior é o aumento da incidência de suspeitos de terem contraído a doença, passando de 213 para 365 casos em apenas uma semana, atingindo nível de incidência considerada “média”. 

Apesar do aumento de mais de 50% na quantidade de confirmações na última semana, Dourados não registrou óbitos em 2020 e ocupa a 58º posição no ranking estadual de incidência de casos suspeitos de dengue.  

MATO GROSSO DO SUL

Em relação ao Estado, a situação apresentada pelo Boletim Epidemiológico pode ser considerada ainda mais preocupante. 

Nos últimos sete dias 1.502 novos casos foram confirmados em Mato Grosso do Sul e 55 dos 79 municípios estão em situação de alta incidência. Com relação a quantidade de óbitos no Estado chegou a 12 após a última morte registrada no dia 15 de fevereiro em Bodoquena.

COMBATE

O Boletim Epidemiológico chama a atenção da população no combate a esta doença que há muitos anos tem preocupado as autoridades e as instituições públicas de saúde.

“A principal ação que a população tem é se informar, conscientizar e evitar água parada em qualquer local em que ela possa se acumular, em qualquer época do ano. Além do Aedes Aegypti transmitir a dengue hoje o mosquito tornou-se um dos maiores inimigos da saúde pública por transmitir também o vírus Zika e a Febre do Chikungunya, e as ações de controle do vetor são imprescindíveis”, destaca a Secretaria de Estado de Saúde por meio do boletim semanal. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Assessor jurídico de prefeitura da fronteira é executado a tiros
CAPITAN BADO
Assessor jurídico de prefeitura da fronteira é executado a tiros
BRASIL
Falta de justificativa por não votar impede expedição de documentos
SAÚDE
Programa estadual financia pesquisa com medicamentos anticâncer
Óculos de sol fazem mesmo a diferença?
SAÚDE & BEM - ESTAR
Óculos de sol fazem mesmo a diferença?
POLÍCIA
Dupla em motocicleta executa morador a tiros em bairro da Capital
TEMPO
Quarta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
CAMPO GRANDE
Trabalhador morre após ser atropelado por máquina agrícola em fazenda
IMBRÓGLIO DIPLOMÁTICO
Eduardo Bolsonaro ataca a China em post; embaixada repudia
POLÍCIA
Defesa de assassino alega legítima defesa, família de vítima contesta
PORTO ALEGRE
Funcionária do Carrefour que filmou assassinato de João Alberto é presa

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
ENTERPRISE
Operação contra tráfico internacional de cocaína cumpre mandado de prisão em Dourados
CAPITAL
Funcionária de restaurante é presa em flagrante após furtar dinheiro do caixa
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia