Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Em um mês, confirmações de Chikungunya igualam 2019 e de Zika dobram

04 fevereiro 2020 - 09h20Por André Bento

Os casos de Febre do Chikungunya já chegam a nove em Dourados desde o início de 2020, mesmo número apurado durante todo o ano passado. Além disso, as confirmações de Zika Vírus são quatro, o dobro de 2019 inteiro, enquanto 20 das 82 notificações suspeitas de dengue foram confirmadas.

É em meio a esse cenário, ilustrado com números computados pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) até 28 de janeiro, que o Imam (Instituto Municipal de Meio Ambiente) deu início nesta terça-feira (4) a uma série de visitas domiciliares.

“A ação ‘Menos Dengue Mais Coleta Seletiva’ tem o objetivo de sensibilizar a população sobre a coleta seletiva que já está sendo realizada desde o ano passado aqui, sobre a separação dos resíduos, horário da coleta”, informou Nilciéli Araújo, do setor administrativo do Departamento de Educação Ambiental do Imam.

Segundo ela, atualmente a coleta seletiva atende 5 setores em Dourados, que totalizam 51 bairros (clique aqui para conferir o mapa). “Quem deseja contribuir e não passa coleta seletiva no seu bairro, pode separar seus lixos e levar na Agecold”, aconselhou, em referência à Associação dos Agentes Ecológicos de Dourados, localizada no final da Rua Pedro Rigotti, Jardim Del Rey.

O Imam alerta que a destinação adequada dos materiais recicláveis evita o descarte incorreto, que colabora para a proliferação de doenças, sobretudo as transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti.

As visitas domiciliares realizadas por servidores do Instituto são acompanhadas por agentes de endemias do CCZ. Um deles, Nilton Silva Figueiredo, supervisor da Vigilância em Saúde na região que compreende a Vila Índio, explicou que são feitas de 30 a 35 visitas diárias independentemente de campanhas como a iniciada hoje.

Ao Dourados News, ele informou que nesta terça-feira (4) deve ser finalizado um balanço atualizado dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika. No primeiro caso, até 28 de janeiro foram 82 notificações e 20 confirmações, no segundo houve 9 casos notificados e 9 confirmados, e no terceiro, as 4 suspeitas deram positivo.

No entanto, até 29 de janeiro a Secretaria de Estado de Saúde contabilizou 61 suspeitas e 21 confirmações de dengue no município.

Durante todo o ano passado, as autoridades estaduais apuraram em Dourados 8 notificações e 2 confirmações de Zika, 37 notificações e 9 confirmações de Chikungunya, e 5.880 notificados por 3.566 confirmados de dengue, com oito mortes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
TJMS condena réu de tentativa de furto por resistência e desacato
ECONOMIA
Petrobras bate recorde na produção de diesel menos poluente
PANDEMIA
Secretarias municipais devem encaminhar resultados de testes rápidos da Covid-19 à SES
CALIFÓRNIA
Corpo de atriz de Glee é encontrado por oficiais
REGIÃO
Adolescente é apreendido pela PM pela décima vez em 2020
BRASIL
Mourão diz que desmatamento foi além do aceitável na região amazônica
EDUCAÇÃO
Feira científica de MS abre inscrições para alunos da rede pública e privada de todo o Brasil
REGIÃO
Quatro são autuados pela PMA por pesca ilegal no rio Sucuriú
COTAÇÃO
Dólar fecha em alta atento a cenário externo
REGIÃO
Barraca de atendimento a suspeitos de Covid-19 é rasgada por vândalos

Mais Lidas

DOURADOS
‘Deus no comando amem’: antes de crimes, atirador postou pregação religiosa
BARBÁRIE
Homem assassina ex, atira em crianças e se mata no altar de igreja em Dourados
DOURADOS
Atirador baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
DOURADOS
Atirador chegou em igreja na hora da comunhão e entrou dizendo ter feito bobagem