Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
HOMICÍDIO DOLOSO

Condenada por matar bebê em Dourados tem anulação de julgamento negada

09 dezembro 2020 - 09h54Por Wender Carbonari

Condenada através de Tribunal do Juri a 17 anos por homicídio doloso e qualificado cometido em 2018 contra Rodrigo Moura Santos, bebê de um ano e seis meses, Jéssica Leite Ribeiro, tentou anular o julgamento. 

A negação deste recurso apresentado por Jéssica foi publicado no Diário da Justiça desta quarta-feira (9). Em julho deste ano ela teve a prisão mantida.

Os juízes da 1ª Câmara Criminal do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negaram por unanimidade a apelação, alegando que “não há que se falar em nulidade do julgamento, eis que o dolo é inequívoco”. 

Os juízes também utilizaram como argumento os meios cruéis que levaram a morte da criança no dia 16 de agosto de 2018, bem como as demais circunstâncias do crime. 

Já o pai da vítima, Joel Rodrigo Avalo dos Santos, foi solto em março de 2020 após passar um ano e quatro meses preso por homicídio culposo.  

LAUDO

As investigações iniciadas após a constatação do óbito apontam que a vítima caiu de uma bancada, passando a chorar por conta das lesões. Irritada com o choro, Jéssica teria pisado nas costelas do bebê. 

O caso chocou a população de Dourados diante das evidências de crueldade do crime. A cena da morte foi presenciada pela irmã da criança, também filha de Joel.

O pai, após ser colocado em liberdade, chegou a declarar à imprensa que a pena atribuída a Jéssica havia sido branda. 

Questionado sobre não ter percebido as agressões que estavam acontecendo na própria casa, ele usou como justificativa a sua rotina naquele período, principalmente pelas atividades como lutador de MMA, que, de acordo as palavras dele, o forçava a sair cedo e voltar tarde para a residência onde aconteceu o crime. 

“Nesses nove dias em que estavam em casa [Jéssica e o bebê], como eu tinha lutas marcadas meu tempo com meus filhos era pouco porque eu teria que trabalhar cedo, voltar para casa, voltar para o treino e ir para outro treino, então eu chegava em casa as vezes 22h”, explicou em entrevista concedida no dia 11 de março de 2020 ao Dourados News

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Soldados da PM recebem treinamento de defesa pessoal
DOURADOS
Soldados da PM recebem treinamento de defesa pessoal
7ª edição da Semana Espírita de Dourados começa nesta terça-feira
EVENTO
7ª edição da Semana Espírita de Dourados começa nesta terça-feira
REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
Dois Ceims suspendem atividades por falta de energia em Dourados
CORUMBÁ
Polícia intervém em briga generalizada que envolvia até menor
Quase 80 mil vivem em áreas indígenas ou quilombolas no Estado
IBGE
Quase 80 mil vivem em áreas indígenas ou quilombolas no Estado
OPERAÇÃO OURO BRANCO
Polícia cumpre 80 mandados contra o tráfico na capital
NOVA ANDRADINA
Menos de uma hora após furto de moto, dois são presos pelo crime
PLANO
Gabinete de Crise se reúne para elaborar ações após temporal que atingiu Dourados
PANDEMIA
MS registra mortes de mulher e idoso, além de outros 253 casos de Covid
PÓS-TEMPORAL
Procon notifica Energisa sobre falta de energia em Dourados

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Bombeiros encontram mais três corpos e número de mortos em naufrágio chega a seis
ROMA I
Acusados de estupro, mãe de menor e jovem responderão processo em liberdade
DOURADOS
PMA prende e autua dois pescadores em R$ 2,6 mil
DOURADOS 
Cidade não tem desabrigados, mas tempestade afetou dezenas de casas na periferia