Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Comitê mobiliza entidades para combate a dengue em Dourados

04 fevereiro 2010 - 08h15

A saúde pública de Dourados lidera formação de grupo de trabalho para combater proliferação do mosquito transmissor e reduzir contaminação

O Comitê de Combate à Dengue, formado por autoridades em saúde pública, quer mobilizar as entidades representativas de Dourados em uma ação mais abrangente de controle da doença, que está em estágio considerado crítico no município. Com o registro de 526 notificações, sendo 194 casos positivos, 55 negativos e 276 pendentes, o município, por meio dos setores de saúde pública como o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), quer diminuir esses índices através de ações mais eficazes e de um trabalho de conscientização entre a população.

Na tarde desta quarta-feira, a direção do comitê realizou uma reunião no Núcleo Regional de Saúde com a participação de autoridades e representantes de diversos segmentos da sociedade local. Serão convocados a participar a ação conjunta de combate à dengue, integrantes da Câmara de Vereadores e de setores dos governos federal, estadual e municipal, entre os quais representantes das secretarias municipais de Saúde, Educação, Serviços Urbanos, Defesa Civil e Guarda Municipal; da Embrapa, Ibama, UFGD, além de entidades como o Lions Club, Udam (União Douradense das Associações de Moradores) e a Associação das Imobiliárias de Dourados.

O encontro serviu para que fossem discutidas e apresentadas propostas para a ampliação das ações de combate à dengue, que segundo a coordenadora do CCZ e presidente do comitê, Rosana Alexandre de Sá, não podem mais ficar restritas às campanhas de prevenção. Ela disse que a partir dessa reunião, as autoridades em saúde de Dourados querem a garantia de envolvimento das entidades representativas para que o trabalho neste período crítico do ano possa avançar.

A enfermeira e diretora de Vigilância em Saúde, Eliza Hidalgo, informou que a situação no momento é de extremo alerta, já que os focos da doença têm aumentado e o número de pessoas com suspeita de dengue cresce a cada dia. “A situação é alarmante. Temos hoje 17 casos de internação no Hospital Evangélico e mais cinco no Hospital Universitário, portanto não podemos descuidar. A sociedade precisa mais do que nunca nos ajudar, mantendo suas casas e quintais limpos. A conscientização agora é o mais importante”, alertou a enfermeira.

Durante essa primeira reunião do Comitê, para formação de uma espécie de grupo de atuação contra a dengue em Dourados, o vice-presidente do órgão, Sebastião Aparecido Marcondes, esclareceu que no momento não há registro de dengue hemorrágica no município. O que pode ocorrer segundo ele, é o agravamento do quadro de saúde desses pacientes que estão internados.

Marcondes e o representante da Secretaria Estadual de Saúde, José Pedro, disseram que o problema maior está sendo a falta de consciência da população em relação aos cuidados que deveriam ser tomados para evitar que a situação chegasse a este ponto. Eles informaram que as equipes que estão a campo realizando o trabalho rotineiro de controle da doença têm encontrado muitos focos em residências e não em terrenos baldios, como antes era comum na cidade.

As autoridades em saúde relataram que esta situação é o que mais tem preocupado, já que o Ministério da Saúde, em parceria com estados e municípios, vem trabalhando há anos com a população por meio de campanhas educativas. Mesmo cientes do problema, muitas pessoas não têm colaborado com o poder público no combate ao mosquito transmissor da dengue. Esse, aliás, foi um dos fatores que levaram o comitê a reunir os integrantes de diversas entidades representativas da cidade para que seja formado um grupo de trabalho que irá atuar na intensificação dos mutirões de limpeza e nas campanhas de combate à dengue em Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROTOCOLOS
Comitê de ações da UEMS publica Plano de Biossegurança Institucional
POLÍTICA
Planalto teme que quebra de sigilo repercuta na cassação de Bolsonaro
CAPITAL
Homem acusado de esfaquear a mãe e um amigo da ex-mulher é preso
REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua
CULTURA
CineClube UEMS terá encontros online com filmes sobre pandemia
LOTERIA
Confira os números da Mega-Sena, que paga prêmio de R$ 33 milhões
JARAGUARI
Caminhonete paraguaia com R$ 5 mil em multas é apreendida em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher