Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
SAÚDE PÚBLICA

Começa construção do Hospital da Mulher e da Criança em Dourados

06 dezembro 2017 - 14h50

Começou, na semana passada, a construção do Hospital da Mulher e da Criança, em Dourados. Atualmente, dez homens estão montando as estruturas do canteiro de obras, que engloba almoxarifado, refeitório, depósito de materiais, etc., porém com o transcurso dos trabalhos, o número de operários chegará a cem. A previsão de entrega da primeira etapa é para outubro de 2019.

A unidade, que está sendo construída ao lado do Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), será uma das maiores estruturas do Centro-Oeste, especializada no atendimento que vai desde a gestante até a criança nos primeiros anos de vida.

O deputado Geraldo Resende, que viabilizou os recursos federais para a obra juntamente com outros integrantes da bancada federal, comemora o início dos trabalhos de construção e explica que a unidade tem o objetivo de suprir a demanda de atendimento e diminuir os casos de mortalidade infantil.

“É uma luta que começa a se tornar realidade. O objetivo desse hospital será garantir um cuidado especial às gestantes e aos bebês, além de ampliar as atividades de ensino e pesquisa, que são inerentes ao Hospital Universitário. Com certeza será uma das mais modernas estruturas de saúde pública especializadas em obstetrícia do Estado”, destaca o parlamentar.

Segundo Geraldo, a nova unidade vai acabar com a superlotação. “Atualmente a taxa de ocupação na maternidade do Hospital Universitário é de 182%, ou seja, quase o dobro. São 25 leitos de obstetrícia e 6 leitos de ginecologia contratualizados, mas a demanda é sempre muito maior do que isso”.

 O deputado explica que além desse fator, há a questão da mortalidade infantil, que em Dourados, com cerca de 15,86 óbitos por um mil nascidos vivos, está acima da taxa nacional, que é de 15,7. Em Mato Grosso do Sul a taxa é de 15,9, segundo dados do IBGE. “Diante de dados preocupantes como esse, em que vidas estão em jogo, o Hospital da Mulher e da Criança será um grande divisor de águas na obstetrícia do Estado”, ressalta Geraldo.

Investimentos

Para o início das obras, o Ministério da Educação já liberou a quantia de R$ 10 milhões, cuja primeira etapa demandará um investimento de R$ 34 milhões. Incluindo a segunda etapa, o Hospital custará R$ 51 milhões e já conta com investimentos garantidos pelo governo federal.

A edificação terá área construída de 6.370,68 metros quadrados, além de 18 mil metros quadrados de urbanismo e infraestrutura completa. Já na primeira etapa, o hospital vai ofertar 55 leitos e serviços de pronto-atendimento pediátrico, pronto-atendimento obstétrico, alojamento conjunto da maternidade, Centro de Parto Normal com cinco quartos PPP (Pré-parto, Parto e Pós-parto), Centro Obstétrico com quatro salas cirúrgicas, Ambulatório Pré-Natal de Alto Risco, além de estruturas de apoio, como sala de plantão, área de apoio a Ensino e Pesquisa, brinquedoteca e área de convivência, com café e recepção geral.

Na segunda etapa, serão construídos 3.304,42 metros quadrados, consistindo em uma estrutura que vai abrigar mais 80 leitos distribuídos entre as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) Pediátrica e Neonatal, Unidades de Cuidados Intermediários (UCIs), além de estruturas de apoio, como Banco de Leite Humano, Ambulatório Segmento Recém-Nascido, plantão e apoio ao Ensino e Pesquisa.

A luta pela construção do Hospital da Mulher e da Criança começou em 2009 com a garantia de R$ 12,9 milhões em 2010, os quais foram perdidos por questões burocráticas pela gestão anterior da UFGD. Mesmo assim, o deputado Geraldo Resende trabalhou pela conquista de novos recursos com o apoio da bancada federal, envolvendo os senadores Waldemir Moka, Simone Tebet e os deputados Carlos Marun, Tereza Cristina e Luiz Henrique Mandetta.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAZENDA PÚBLICA
Governo prorroga benefícios fiscais aprovados em reunião de Conselho
CONTRABANDO
Caminhão com 15 mil pacotes de cigarros que seriam vendidos em Dourados é apreendido
PANDEMIA
Dourados tem mais de 7,6 mil recuperados do coronavírus
DOURADOS
Com pedido fora do prazo, Justiça nega direito de resposta a coligação
LAGUNA CARAPÃ
Caminhonete furtada em São Paulo é recuperada com mais de uma tonelada de maconha
BRASIL
Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
PANDEMIA
Após sete meses da primeira confirmação, MS ultrapassa 80 mil casos de coronavírus
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade
GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
PLANO DE ARBORIZAÇÃO
Diagnóstico de 2019 mostrou necessidade de manejo em 20% das árvores de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
PM é acionada e consegue evitar suicídio de homem em hotel
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares
DOURADOS
Homem é socorrido às pressas após levar golpes de facão na cabeça