Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Com prazo para biometria perto do fim, Cartório amplia atendimento para atender quase 60 mil

05 fevereiro 2020 - 10h05Por André Bento

A pouco mais de um mês do prazo final para cadastramento biométrico em Dourados, o Cartório da 18ª Zona Eleitoral vai ampliar o horário de atendimento para realizar a biometria de quase 60 mil eleitores. A partir de segunda-feira (10), passa a atender das 7h30 às 16h.

De acordo com o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), o município possui 155.278 eleitores, dos quais 63,43% já estão com seus títulos regularizados. O prazo final para cadastramento biométrico é 27 de março e quem não fizer o procedimento terá o título cancelado.

De acordo com Cesar Ferreira, da central de atendimento da biometria em Dourados, no município ainda faltam 54.491 eleitores para o cadastramento.

A Corte divulgou orientação para que o eleitorado realize esse cadastramento o quanto antes para evitar filas e eventuais transtornos. “Para ser atendido, o eleitor deverá apresentar documento oficial de identificação com foto, comprovante de residência atual e o título de eleitor (se o tiver)”, detalha.

O Cartório Eleitoral está localizado na Rua Montese, número 435, no Jardim Londrina. Para mais informações foram disponibilizados os telefones (67)3422-1656 e (67)3422-1983.

“Com o cancelamento do título, além de não poder votar nas eleições de outubro, o eleitor fica impossibilitado de tirar passaporte, obter empréstimos em bancos estatais, tomar posse em cargo ou função pública, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo Governo e, caso seja servidor público, corre o risco de não receber salário, dentre outras restrições”, alerta o TRE-MS.

A Agência Brasil noticiou que mesmo eleitores com mais de 70 anos, faixa etária a partir da qual o voto é facultativo, também devem fazer a biometria.

“Embora a Constituição Federal determine que o alistamento eleitoral e o voto são facultativos para o cidadão nessa idade, no caso de revisão eleitoral, todos os eleitores, inclusive aqueles para os quais o voto é facultativo – maiores de 16 e menores de 18 anos, maiores de 70 anos e analfabetos – devem comparecer aos cartórios para o cadastramento biométrico”, revelou a publicação.

Contudo, a publicação oficial do governo federal pontuou que o próprio TSE (Tribunal Superior Eleitoral) esclareceu “que não serão canceladas as inscrições de eleitores com deficiência que impossibilite o cumprimento das obrigações eleitorais, desde que a informação conste no cadastro”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TECNOLOGIA
Aplicativo do Detran-MS recebe atualização para serviços pelo celular
CAMPO GRANDE
Mulher trans encontrada morta em árvore era formada em Artes Cênicas
ONLINE
Ferramenta ‘Localize na UFGD’ oferece mapa com setores da instituição
REGIÃO
Polícia vai investigar execução de mulher encontrada morta na Capital
POLÍTICA
Prefeito de Bandeirantes é cassado por crimes contra administração pública
NÚMEROS DA PANDEMIA
Brasil tem menor média de Covid desde junho; mortos passam de 143 mil
UEMS
Simpósio de Ensino em Saúde recebe submissão de trabalhos até 5 de outubro
BRASIL
Bolsonaro sanciona lei com pena maior, para maus-tratos contra cães ou gatos
CAPITAL
Mulher que dá cerveja a "boi" é localizada e vai responder por maus-tratos
POLÍCIA
Apreensão de carga milionária de maconha aconteceu próximo ao rio Dourados

Mais Lidas

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Festa com mais de cem pessoas é encerrada no Novo Horizonte