Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
SAÚDE

Com nove mortes, metade das cidades de MS estão com alta incidência de dengue

05 fevereiro 2020 - 17h05Por Wender Carbonari

Das 79 cidades de Mato Grosso do Sul, 40 apresentam alta incidência de casos de suspeita de dengue. Dados mais recentes disponibilizados no Boletim Epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde) registraram um total de nove óbitos. 

É considerado alta incidência quando a proporção de casos notificados passa de 300 em um universo de 100 mil pessoas. Alcinópolis, por exemplo, primeira colocada no ranking sul-mato-grossense, tem 129 casos notificados e uma população de 4.883, o que corresponde a uma incidência altíssima de 2.641,8. 

A situação está cada a cada semana mais preocupante. Do dia 22 de janeiro para o levantamento divulgado hoje (5) pela Secretaria, a quantidade de cidades com alta incidência de dengue subiu de 17 para 40. 

Em Dourados, a situação parece estar mais controlada, com 146 casos em um universo de mais de 207 mil habitantes, considerado como incidência baixa. 

Já com relação a Mato Grosso do Sul, o Estado apresenta dados alarmantes com mais de 9 mil casos suspeitos de dengue. Deste total, 2.040 casos já foram confirmados como dengue por analises feitas em laboratório e por critério clínico em todo o Estado. 

MORTES

Nove óbitos foram confirmados em oito cidades de Mato Grosso do Sul em 2020. Dois casos fatais foram registrados em Campo Grande, sendo um homem de 30 anos e uma idosa de 74 anos que já apresentava diagnóstico de doença renal crônica e hipertensão. 

Outras mortes por dengue aconteceram em Corumbá, sendo um homem de 26 anos; em Sete Quedas, um adolescente de 17 anos; em Cassilândia, uma idosa de 67 anos; em Pedro Gomes, idosa de 85 anos diagnosticada também com diabetes e hipertensão; além de uma morte de uma mulher de 52 anos em Nova Andradina. 

Os óbitos mais recentes foram registrados dia 31 de janeiro, em Caarapó, em que mais uma idosa, de 79 anos, morreu de dengue. Ela também tinha diabetes e hipertensão. 

Por fim, a última vítima da dengue registrada em Mato Grosso do Sul veio a óbito na última terça-feira (3) em São Gabriel do Oeste, sendo um idoso, que tinha 72 anos e apresentava quadros de hipertensão.  

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREVENÇÃO
Bombas flutuantes são ativadas para garantir abastecimento de água em Corumbá
ECONOMIA
Economistas defendem investimentos públicos e taxação de ricos
INCENTIVO
Em segunda edição do programa, UEMS concede 711 auxílios para acesso à internet
POLÍCIA
Idoso é encontrado morto em valeta na região central de Itaporã
DOURADOS
Em MS, interessados em adquirir imóvel podem ter desconto no valor da entrada
ESPORTE
Vasco empata com Bragantino e entra, provisoriamente, no G4
PANDEMIA
Governo aposta que ‘Rastrear’ vai diminuir taxa de contaminação do coronavírus em MS
CONSUMIDOR
Após denúncias, Procon autua seis agências bancárias
PANDEMIA
Em um mês, mais de 5 mil aulas para primeira habilitação foram realizadas de forma online em MS
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Comissão mista se reúne para ouvir formuladores das propostas de reforma tributária

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete