Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
SEM CRISE

Mercado imobiliário aquece em Dourados com volta às aulas

14 janeiro 2016 - 07h59

O ano de 2016 começou e com ele a procura de imóveis em Dourados cresce motivada principalmente por parte de estudantes que vem de outras cidades. Mesmo em meio a tão citada crise, o mercado imobiliário se mantém aquecido e a tendência é que as boas perspectivas no setor continuem nos próximos meses.

De acordo com o gerente de locação, Paulo Roberto Bulgarelli Bess, imóveis em vários pontos da cidade tem boa procura nessa época, porém, os localizados nos bairros jardim Girassol, Parque Alvorada e Novo Parque Alvorada estão sendo mais ‘requisitados’ devido a localização próxima a instituições universitárias.

“A busca por imóveis tem sido muito boa e em maior parte tem sido por universitários que chegam a cidade para estudar, mas também há pessoas que vem para trabalhar. A região próxima das faculdades é a mais requisitada, mas outros pontos em bairros e centro também tem obtido boa procura”, citou.

Para ele, a demanda não será maior que a do ano anterior, porém o fato já é significativo, visto ao período de alerta pelo qual a economia num todo passou.

“Penso que não temos obtido procura ou saída maior de imóveis para aluguel, mas igual a de 2015, o que já é bom já que outros setores tiveram queda”, cita.

Para o jovem Luca Gonçalves Mora, 23, que veio recentemente para a cidade para cursar Engenharia de Energia, não há dificuldade em encontrar imóveis na cidade de acordo com as necessidades econômicas de cada um.

Ele cita que as ‘ferramentas’ de procura ajudam muito nesse fator e que em sua visão a dificuldade foi relacionada a documentação para a autorização do processo.

“Foi relativamente fácil de encontrar um lugar que se encaixasse nas minhas preferencias, há muitas opções, consegui um valor viável, mas tem para todos os ‘bolsos’. Penso que a maior dificuldade é realmente toda a documentação,as imobiliárias chegam a pedir muitos documentos e fiador com alguns números de imóveis, podendo ser 1 a 3, o que dificulta bastante. Não foi necessário pesquisar muito, as imobiliárias possuem todos os dados e fotos dos imóveis, o que facilita e agiliza o processo, grupos na internet com esse intuito também ajudam muito”, citou.

A estudante Laís Gonçalves Ortolani, 24, também considera que encontrar imóveis na cidade é uma tarefa fácil, porém é necessário avaliar o custo e o benefício desses e que pessoas para dividir as despesas é uma opção para os equilibrar os gastos. Ela cita que contou com o apoio de conhecidos na cidade quando decidiu se mudar de Junqueirópolis-SP e que também foi possível se orientar pelos anúncios de imóveis espalhados na cidade.

“Não tive dificuldades para encontrar lugar para morar aqui porque algumas pessoas da minha cidade já tinham se mudado para cá e me ajudaram e aqui e também existem muitos anúncios de imobiliárias em todo o canto, o que nos ajuda a ter uma base e procurar.O valor dos prédios varia, é preciso fazer uma boa pesquisa para avaliar o que compensa mais, no geral é de R$ 700 a R$ 800 - dependendo da localidade- e é importante nunca esquecer de perguntar sobre o valor do condomínio, às vezes alguns não são justos. Sempre procurei pessoas de confiança para dividir apartamento, pois isso ajuda muito nas despesas”, explicou.

Ainda conforme o gerente, a perspectiva é que até o mês de março a demanda por imóveis na cidade que teve impulso em dezembro continue 'aquecida'.

"Final do ano a busca começou a ser maior, é a época em geral que quem vai mudar para cá começa a verificar. Penso que até março tanto casa, quanto kitnets e apartamentos terão boa procura", finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
Sanesul entrega reservatório de 4 milhões de litros de água em Três Lagoas
MERCADO DA BOLA
Flamengo exige acordo de até R$ 65 mi por venda de Everton Ribeiro
PANDEMIA
Uso de transporte público cai em cidades brasileiras, aponta relatório
BRASIL
Secretários de saúde defendem que vacina vá para grupos vulneráveis
CULTURA E ESPORTE
Projeto reforça garantia de pessoa com deficiência participar de eventos
TECNOLOGIA
Nova meta do governo prevê fibra ótica em 99% das cidades brasileiras
ECONOMIA
Comunicações e BB fazem parceria para expansão de sinal de internet
OPINIÃO
Os prefeitos e o combate à Covid-19
PANDEMIA
MS recebe 269 mil seringas e agulhas para reforçar campanha de imunização
SAÚDE
Sociedades médicas se reúnem para congresso de câncer de pele em abril

Mais Lidas

DOURADOS
Escândalo na PED envolve namoro de agente com preso e 'nudes' de supostas enfermeiras
DOURADOS
Denúncia aponta presos em churrascos com luxo e participação de enfermeiras na PED
TEIXEIRA
Ex-primeira-dama morre cinco dias após o marido em Dourados
DOURADOS
Empresária leva prejuízo de R$ 7 mil ao ter loja arrombada por ladrões em bairro