Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
PANDEMIA

Com 450 casos ativos de coronavírus, douradense ignora isolamento

13 agosto 2020 - 09h23Por Jessica Beatriz

Na manhã desta quinta-feira (13), o governo do Estado divulgou a taxa de isolamento social referente a quarta-feira e Dourados figurou com 35,6%. No mesmo dia, a Prefeitura Municipal informou que ainda há 450 casos ativos de coronavírus, ou seja, pessoas com potencial de transmissão da doença.

O número também foi abaixo do recomendado na terça-feira, quando o município teve 37,5%. Autoridades da área da saúde, inclusive da OMS (Organização Mundial da Saúde), orientam que esse número chegue a 70% para conter a propagação do vírus.

Conforme o boletim divulgado pelo Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus, ontem (12/8), Dourados tinha 4.666 casos confirmados e 4.172 eram considerados recuperados. Apesar do número elevado de recuperados, 413 ainda estavam em isolamento domiciliar. Enquanto isso, 37 pessoas estavam hospitalizadas no município, 13 em leitos de enfermaria e 24 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Vinte pacientes são de outras localidades. 

Sobre a taxa de ocupação global de leitos UTI SUS na macrorregião de Dourados, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que 50% está ocupado. Foram ofertados 111 leitos, desses, 22% são utilizados por casos confirmados, 6% com suspeitos e 22% por pacientes com outras patologias.

Quanto ao número de óbitos, Dourados é o terceiro município com mais confirmações em MS, somando 64 mortes em decorrência da doença. À frente só está Corumbá (67) e Campo Grande (204).

Do total de casos confirmados no município, 4.396 são do perímetro urbano, 71 dos distritos rurais, 200 da Reserva Indígena Federal e 37 de outras localidades.

Taxa de isolamento em MS

Apenas cinco municípios de MS ficaram acima de 50% na taxa de isolamento, na quarta-feira, sendo eles Japorã - 65,0%, Alcinópolis - 53,7%, Aral Moreira (51,2%), Taquarussu (50,0%) e Tacuru (50,0%). Já Novo Horizonte do Sul (23,1%) e Bataguassu (29,7%) ficaram nas piores colocações do ranking.

Mato Grosso do Sul teve 35,20% no mesmo dia, ficando à frente somente do Paraná (35,19%), Minas Gerais (34,95%), Goiás (34,24%) e Tocantins (34,10%).

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Homem é encontrado morto com tiro no pescoço em bairro da Capital
BRASIL
Presidente Bolsonaro sanciona lei que amplia uso de assinatura digital
MARACAJU
Polícia apreende mais de 500 quilos de maconha em veículo abandonado
MS
Investigação aponta fazendas onde começou incêndio gigantesco no Pantanal
ANTÔNIO JOÃO
Casal é preso na região de fronteira com 126 quilos de cocaína
UEMS
Publicado Edital da Segunda Edição do Auxílio para Acesso à Internet
CAPITAL
Motorista que levou dois tiros foi atacado em local conhecido como "Buracão"
PARQUE
Ação conjunta vai resgatar animais silvestres na área atingida pelos incêndios
BONITO
Indígenas "fecham" unidade da Funai em protesto contra nomeação
TJ/MS
Justiça permite troca de sobrenome de infantes para homenagear avô

Mais Lidas

PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
ACIDENTE
Mulher envolvida em acidente no Centro ficou presa às ferragens de veículo
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
POLÍCIA
Homem morre ao tentar invadir delegacia de Glória de Dourados