Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905
POLÍTICA

Com 19 cadeiras, Câmara de Dourados já teve 25 vereadores na atual legislatura

08 abril 2020 - 10h16Por André Bento

Com 19 vereadores eleitos em 2016, a Câmara de Dourados já teve 25 parlamentares ao longo dessa legislatura, que chegará ao fim neste ano. Das seis convocações de suplentes ocorridas desde então, somente uma não foi motivada por problemas judiciais enfrentados pelos titulares dos cargos.

A primeira mudança ocorreu em setembro de 2018, quando o vereador Antonio Braz Genelhu Melo (então no PSC, hoje no MDB), teve o mandato extinto pela Mesa Diretora da Casa de Leis em decorrência de condenação por improbidade em processo da época que foi prefeito de Dourados (de 1989 a 1992 e de 1997 a 2000).

Eleito vereador nas eleições municipais de 2016 ao obter 2.107 votos, ele foi substituído no dia 12 daquele mês pela primeira suplente da coligação “Por Amor a Dourados I”, Denize Portolann de Moura (no PR à época, agora no PSDB), votada por 1.331 eleitores naquele mesmo pleito.

Mas Denize foi presa no dia 31 de outubro daquele mesmo ano, durante a Operação Pregão, acusada de integrar suposto esquema de fraudes licitatórias quando foi secretária Municipal de Educação. Coube à segunda suplente, Liga Nogueira (era do PR, agora do PP), votada por 1.254 eleitores em 2016, assumir a vaga que somente em junho de 2019 voltou para Braz Melo.

Antes disso, porém, em 9 de dezembro, Maurício Roberto Lemes Soares (PSB), que ficou com a 1ª suplência da coligação “Compromisso de Verdade I” ao obter 1.927 votos, substituiu Idenor Machado (PSDB), votado por 2.042 eleitores, mas preso no dia 5 daquele mês acusado fraudes licitatórias na Operação Cifra Negra.

No dia 13 de dezembro de 2018, outros dois parlamentares presos nessa mesma operação policial também foram substituídos na Casa de Leis. Cirilo Ramão (MDB), reeleito em 2016 com 1.238 votos, deu lugar ao suplente Marcelo Mourão (PRP), votado por 1.185 eleitores naquele pleito, e Pedro Pepa (DEM), opção de 2.305 votantes, teve a vaga assumida por Toninho Cruz (PSB), de 1.902.

Já em fevereiro de 2019, houve a única mudança sem motivação judicial. Dois anos após ser eleito vereador com a maior votação da história da Câmara de Dourados, votado por 4.065 eleitores, Marçal Filho (PSDB) obteve 25.437 votos no pleito de 2018, quando conquistou a vaga de deputado estadual em Mato Grosso do Sul.

Ao deixar a vaga no Palácio Jaguaribe para assumir a da Assembleia Legislativa, ele foi substituído pelo primeiro suplente da coligação, Maurício Lemes. Com isso, a suplência de Idenor Machado foi ocupada por Marinisa Mizoguchi (PSB), que havia obtido 1.540 votos em 2016.

No entanto, essa configuração do Legislativo municipal sofreu novas alterações em 2019, com os retornos de Cirilo Ramão, Pedro Pepa e Idenor Machado, além de Braz Melo. Dos suplentes, apenas Maurício Lemes manteve a vaga na Câmara, agora pela suplência do deputado estadual Marçal Filho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DURANTE A PANDEMIA
Saiba quais foram as maiores lives musicais realizadas na internet
SOLIDARIEDADE
Ação de ONG leva roupas e itens de higiene para famílias de Campo Grande
BRASIL
Parques e igrejas de maior porte reabrem no DF na quarta-feira
CORRIDA ESPACIAL
SpaceX e Nasa lançam foguete com astronautas nos EUA
BRASIL
Cidade de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho
"RAÍZES"
Documentário sobre sacis filmado em MS tem estreia online em junho
EM MIRANDA
Mulher é estuprada após ser levada para quintal de residência
REDES SOCIAIS
Bolsonaro tira fotos sem máscara após ir a lanchonete em Goiás
NA CAPITAL
Criança fica ferida ao ser atropelada por moto em avenida de Campo Grande
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos