Menu
Busca sexta, 15 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
DOURADOS

Com uma notificação a cada 2h, guerra ao Aedes ganha reforço

29 janeiro 2016 - 11h37

A região central de Douradosé alvo nesta sexta-feira (29) dos agentes do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) em mutirão contra o Aedes aegypti. A ação agora ganha reforço de órgãos de segurança como a Guarda Municipal, Polícia Militar, DOF (Departamento de Operação de Fronteiras), além do Exército. O objetivo é combater a proliferação do mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus e conscientizar os comerciantes, que devem ficar atentos com locais com água parada não apenas em casa, como também no trabalho.

A ação faz parte dos mutirões de também do Plano de Contingência para conscientizar a população sobre a gravidade das doenças transmitidas pelo mosquito. As equipes se concentraram na praça Antônio João e depois seguiram por toda a área central, visitando o comércio em geral.

Os mais de 100 agentes do CCZ contaram com a Semsur (Secretária Municipal de Serviços Urbanos) com 25 homens, 18 militares do Exército, DOF (Departamento de Operação de Fronteira), Polícia Militar, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros. Caçambas de depósito de entulhos foram posicionadas em vários pontos da cidade.

De acordo com a coordenadora do CCZ, Rosana Alexandre da Silva, o apoio dos órgãos de segurança é fundamental, principalmente em casos que o morador não aceita a entrada da equipe dentro do imóvel.

“O apoio deles é muito importante e vamos usar de todos os meios legais para eliminar de vez a proliferação do mosquito, notificando, multando e usando a força policial. Infelizmente as pessoas ainda não tem dimensão da gravidade da doença, pois muitos acreditam que é um problema que só acontece com o vizinho”, explica a coordenadora.

Neste ano já foram notificados 323 casos - média de 12 por dia - com 61 positivos de dengue, além de 230 multas e 430 pessoas notificadas sobre limpeza de quintais e terrenos. Durante os mutirões foram eliminados aproximadamente 600 focos.

Em 2015, foram 2.980 notificações com 1.425 casos confirmados da doença.

Questionado se a população está consciente e também mais receptiva com o apoio da força policial. Ela conta que sim, e que teve apenas um problema do qual foi necessário acionar a Polícia Militar, mas nas demais visitas foram tranquilas.

“A presença da força policial ajuda muito, são poucos os casos de pessoas que por algum motivo não autoriza a entrada do agente. Tivemos apenas um caso que foi necessário o apoio da Polícia Militar, mas apenas nos acompanharam”, comentou.

O secretário municipal de saúde, Sebastião Nogueira, conta que o principal objetivo dos mutirões é a eliminação do mosquito transmissor das doenças. “A nossa preocupação é em eliminar o vetor, pois não só a dengue mas como as demais doenças que o Aedes transmite, e as ações irão continuar só assim vamos conseguir combater e sempre com o apoio da população”, falou Nogueira.

As próximas ações acontecem sábado (30) durante toda a manhã na Vila Alvorada e Jardim Tropical. Já na próxima semana acontece no jardim Água Boa no dia 03 de fevereiro e Guaicurus no dia 05 de fevereiro.

Segundo a administração municipal o mais recente mutirão aconteceu na quarta-feira (27), na Vila Cachoeirinha e bairros vizinhos quando foram inspecionados 2.869 imóveis e mais 577 que estavam fechados, encontrados 35 focos do mosquito e emitidas 15 notificações.

Na ação a Semsur fez a roçadas de 12 terrenos particulares, em uma escola e um Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal). Nas ruas foram realizados o bloqueio químico e 29 animais foram vacinados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMUNIZAÇÂO
Dourados prepara estrutura de vacinação contra a Covid-19
CAPITAL
Homem é preso furtando 16 barras de chocolate em supermercado
VACINA
Saúde pede ao Butantan entrega 'imediata' de 6 milhões de doses
Caçadores são presos com armas, 138 munições e 300 quilos de carne
BONITO
Caçadores são presos com armas, 138 munições e 300 quilos de carne
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil ultrapassa 208 mil mortes por Covid, com 1.131 nas últimas 24 horas
CHAPADÃO DO SUL
Grávida é espancada pelo marido após ser flagrado com duas mulheres
COVID-19
Municípios de MS já estão cadastrados nos sistemas de vacinação
RIO VERDE
Polícia desenterra quase duas toneladas de drogas em fazenda
PREVIDÊNCIA
Prazo para recorrer de auxílio-doença negado termina neste sábado
CAPITAL
Homem não atende ao celular, é acusado de traição e apanha da esposa

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura corta mais de 400 cargos comissionados de uma só vez
CLIMA
Chuva alaga ruas no centro de Dourados após calor acima de 38°C
PEDRO JUAN
Policial é executado com tiros de fuzil na fronteira
BR-163
Homem morre após colidir carro de passeio contra caminhão