quinta, 11 de agosto de 2022
Dourados
25°max
13°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
LEVANTAMENTO

Cesta básica ficou 5% mais cara em Dourados de 2020 para 2021, aponta estudo

13 janeiro 2022 - 15h37Por Jhonatan Xavier

Pesquisa da UFGD realizada durante a última semana do mês de dezembro e a primeira de janeiro em Dourados, traz o valor da cesta básica na cidade e aponta que o preço dela em 2021 foi 5,24% maior que o ano anterior.

A pesquisa segue as orientações do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) e estabelece 13 itens (Açúcar, arroz, banana, batata, café, carne, farinha de trigo, feijão, leite, margarina, óleo de soja, pão francês e tomate) para compor a cesta, levando em consideração uma família de até quatro integrantes e com base no valor do salário mínimo, que hoje está em R$ 1.100.

Em janeiro do ano passado o preço da cesta básica ficou em R$ 569,97 o que significa 51,82% do Salário mínimo. Já em dezembro do mesmo ano, o preço da cesta básica ficou em R$ 599,86, representando 54,53% do salário mínimo.

Segundo as informações, esse resultado dos preços da Cesta Básica é um indicador importante para a economia. “O resultado reflete a situação dos preços no setor de alimentos e que repercute no comportamento das outras variáveis que compõem o Índice Geral de Preços como moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência”.

Entre os produtos que mais apresentaram aumento no valor durante o ano de 2021 estão o café com 61,31% de aumento, açúcar 56,18% e a margarina com 24,41%.

Além desses, outros produtos também apresentaram aumento nos preços, sendo o óleo de soja com 18,59%, farinha de trigo 16,32%, banana com 12,43% de aumento, a carne com 10,07%, pão francês 8,09% e o leite fechou com uma elevação de 3,22% do preço.    

Do outro, entre os produtos que tiveram queda de preços durante o ano estão a batata com 42,80%; o arroz 21,03%, o feijão com uma diminuição de 8,10% e o tomate com 2,86% de queda no preço.    

A pesquisa também apresenta a diferença de preços entre os supermercados em Dourados, onde foram avaliados a somatória dos 13 itens, das mesmas marcas, em todos os estabelecimentos. Conforme os dados, o maior valor encontrado foi de R$ 643,02 e o menor R$ 548,96, uma diferença de R$ 94,06 (17,13% menor) que ressalta a importância da pesquisa de preços antes de comprar.

Os dados são do Projeto de Extensão do curso de Ciências Econômicas da (FACE) Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Economia da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUDICIÁRIO

André Mendonça leva ao plenário do STF ações contra a PEC Kamikaze

SAÚDE

MS cria grupo técnico de enfrentamento à varíola dos macacos

SISTEMA DE PAGAMENTO

Chefe do BC desmente Bolsonaro e diz que bancos não perdem com PIX

Em menos de uma semana, mais um recenseador é assaltado

ASTRONOMIA

'Superlua de esturjão' última do ano será vista nesta quinta-feira

PANTANAL

Trabalhador é resgatado por aeronave após acidente em fazenda

ELEIÇÕES 2022

Consórcio de imprensa suspende realização de debate presidencial

PONTA PORÃ

Homem é preso após receber R$ 1 mil em notas falsas

TÊNIS

Bia Haddad elimina nº 1 do mundo e vai às quartas no Canadá

AQUIDAUANA

Homem fica preso em ferragens de carro após batida com caminhão

Mais Lidas

TRAUMATISMO CRANIANO

Madrasta de menina de 7 anos que morreu ao dar entrada na UPA é presa em Dourados

ÁGUIA

Mega-operação mira tráfico de drogas e cumpre 10 mandados em Dourados

BR-376

Morto após capotar veículo carregado com maconha tinha 24 anos

POLÍCIA

Menor é apreendido com cigarros de maconha em escola de Dourados