Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397
PRIMEIRA FASE

Mais de 11 mil indígenas vão receber primeiras doses da Coronavac em Dourados 

19 janeiro 2021 - 16h30Por Wender Carbonari

Considerado grupo prioritário nesta primeira fase da vacinação contra o coronavírus (Covid-19), 11.600 moradores de Dourados de etnias indígenas, residentes na Reserva Indígena Federal, vão receber parte das doses já disponibilizadas ao setor de imunização do município. 

Outras 3.294 pessoas, entre profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate a doença, idosos acolhidos e pessoas acima 18 anos portadores de deficiência, também serão imunizados neste primeiro momento. 

Dourados recebeu nesta terça-feira (19) carga com 29 mil doses da vacina Coronavac desenvolvida pela empresa farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo, sendo necessárias duas aplicações para cada paciente em um espaço de 28 dias. 

Segundo o secretário municipal de saúde, Frederico de Oliveira Weissinger, a vacinação ocorrerá com equipes volantes. 

“Uma equipe irá vacinar os profissionais de saúde nos locais onde trabalham, indígenas serão vacinados pelo Distrito de Saúde Indígena e idosos pela equipe da vigilância”, explicou.

Geraldo Resende garantiu que Dourados terá atenção especial e poderá receber, já na próxima semana, mais doses. "É um município que tem a maior reserva indígena do Estado, além disso, a população idosa também é numerosa”, lembrou.

INÍCIO DA VACINAÇÃO
A solenidade que marcou oficialmente o início da vacinação em Dourados aconteceu no posto de Saúde da Vila Índio. A vacinação também começou no Lar do Idoso de Dourados, como mostrado pelo Dourados News. 

 “No mesmo dia que Dourados chega a marca de 200 mortes por Covid-19 tivemos esse momento, que representa uma renovação para nossas esperanças, a vitória da ciência. Que possamos com apoio do governo do Estado, com apoio dos laboratórios retomar a vida, cuidar da nossa população”, declarou Alan Guedes em discurso.

Já o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, afirmou que o trabalho integrado entre governos federal, estadual e municípios proporcionou que a vacina chegasse em tempo recorde até às pessoas.

"Normalmente uma campanha de vacina demora, no mínimo, uma semana para ser preparada. E nós conseguimos enviar todas as doses em menos de 12 horas”, destacou.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contribuinte não pode mudar declaração de IR simplificada para completa após prazo de entrega
JUSTIÇA FEDERAL
Contribuinte não pode mudar declaração de IR simplificada para completa após prazo de entrega
Ceará lança lista inédita de animais encontrados no estado
BRASIL
Ceará lança lista inédita de animais encontrados no estado
Ampliados setores que vão abrir durante lockdown no Distrito Federal
PANDEMIA
Ampliados setores que vão abrir durante lockdown no Distrito Federal
Liminar impede uso da tese de legitima defesa da honra em processos criminais
STF
Liminar impede uso da tese de legitima defesa da honra em processos criminais
Bia Ferreira é campeã no Torneio de Strandja, na Bulgária
BOXE
Bia Ferreira é campeã no Torneio de Strandja, na Bulgária
DOURADOS
MPE e Defensoria não se opõem a júri para assassino de ex-secretário
STJ
Sexta Turma nega habeas corpus a réu condenado por estupro de vulnerável mesmo sem contato físico
BRASIL
Fábricas de Cultura investem em tecnologia de inteligência artificia
MS
Preso com agrotóxicos é autuado em R$ 180 mil pela PMA
FUTSAL
Minas vence Dois irmãos e encara Magnus na final da Supercopa

Mais Lidas

DOURADOS 
Mulher é esfaqueada na região central e encaminhada ao HV em estado grave
DOURADOS 
Mulher que esfaqueou rival é autuada em flagrante por tentativa de homicídio
DOURADOS 
Mulher é presa após furtar residência no Altos do Indaiá
ITAQUIRAÍ
Acusado de matar homem com tiro na nuca diz que vítima ameaçava ex