Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99257-3397

Catadores de papel reclamam de perseguição em Dourados

17 abril 2004 - 09h53

A Cooperativa dos Catadores de Produtos Recicláveis - Coopercat, criada em Dourados há cerca de três anos, está sendo acusada de perseguir trabalhadores dessa área que não pertencem ao quadro de filiados à entidade. Alguns que atuam nessa área reclamam que estão sofrendo forte fiscalização por parte da Prefeitura, e até impedidos de atuar na cidade. A Coopercat, que teria sido transformada em associação dos catadores de papéis, e estaria sendo custeada pela Prefeitura de Dourados, como parte dos programas de inclusão social, não confirma essa denúncia de alguns catadores. O Dourados News já recebeu várias queixas nesse sentido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem morre ao ser atingido por raio quando trabalhava em fazenda
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Jovem morre ao ser atingido por raio quando trabalhava em fazenda
POLÍTICA
Secretário da prefeitura de Dourados vai à Brasília destravar projetos e obras
TRÊS LAGOAS
Vizinhos ouvem tiro, denunciam e mulher é encontrada ferida em residência
FUTEBOL
STJD indefere pedido do Vasco para anulação de jogo com o Inter
PMA realiza campanha educativa sobre atropelamentos de animais silvestres 
CORUMBÁ
PMA realiza campanha educativa sobre atropelamentos de animais silvestres 
JUSTIÇA
Weintraub é condenado por dizer que universidades cultivam maconha
PARAGUAI
Polícia acha explosivos e descobre 'tentativa de fuga em massa' de presídio
EDUCAÇÃO
Lista de espera do Prouni está disponível para consulta
TRÁFICO
Traficantes de cocaína construíam carretas para levar drogas para São Paulo
ÁPICE DA TRAGÉDIA
'Chega de mimimi. Vão ficar chorando até quando?', diz Bolsonaro

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados