Menu
Busca quarta, 15 de julho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Carona de moto é preso com pistola no Flórida

24 setembro 2017 - 09h15

Cícero Mathias da Silva Júnior, 21, o ‘Juninho Pantera’, morador no bairro Estrela Porã, foi preso na madrugada deste domingo (24) na região do Jardim Flórida, Oeste de Dourados. Ele portava uma pistola calibre 38.

De acordo com o registro de ocorrência, por volta de 2h policiais militares da Getam (Grupo Especializado Tático Motorizado) faziam rondas pela avenida Lindalva Marques quando avistaram duas pessoas numa moto no cruzamento com a Antônio Emílio de Figueiredo.

Na abordagem feita a Yamaha XT 660R, preta, conduzida por rapaz de 24 anos, foi encontrada a arma e oito munições intactas com Cícero, que estava como carona do veículo.

Ambos acabaram levados ao 1º Distrito Policial e o suspeito autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, com fiança arbitrada em R$ 1.874. Já o piloto, ouvido e liberado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Mais três municípios solicitam à Assembleia reconhecimento de estado de calamidade
BRASIL
AGU pede ao STF que União defina aplicação de recursos da Lava Jato
MATO GROSSO DO SUL
Saúde divulga novo mapa hospitalar de leitos para coronavírus
BRASIL
Diabetes afeta rotina familiar de 80% dos pacientes, diz pesquisa
CAMPO GRANDE
Mulher é multada por atear fogo em resíduos no quintal
BRASIL
Indenização para profissional da saúde afetado por covid-19 é aprovada
MS
MPT solicita inspeção em frigoríficos para verificar medidas sanitárias diante de pandemia
CORUMBÁ
Suspeito de matar dona de restaurante é preso em motel
ECONOMIA
Dólar fecha em queda após atingir R$ 5,45
RESSOCIALIZAÇÃO
Estado lidera ranking de políticas positivas voltadas a presas

Mais Lidas

DOURADOS
Atirador chegou em igreja na hora da comunhão e entrou dizendo ter feito bobagem
BARBÁRIE
Vizinhos relatam frieza de atirador que ainda voltou para conferir se ex estava morta
CRIME BÁRBARO
Atirador que matou ex-mulher e feriu crianças fez outras vítimas antes de se suicidar
DOURADOS
Polícia vai à casa onde atirador começou noite sangrenta e identifica testemunhas