Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Campanha tem denúncia de fraude eleitoral e presidente de partido presta contas à Justiça

04 novembro 2020 - 09h42Por André Bento

Denúncia de fraude eleitoral tem marcado o período que precede as eleições municipais deste ano em Dourados, com primeiro e único turno agendado para 15 de novembro. O ex-vereador Carlinhos Cantor, presidente do PL, que indicou Doutor Guto vice de Alan Guedes (PP), é acusado de realizar contratações simuladas, por telefone, em nome da coligação liderada pelo adversário, deputado Barbosinha (DEM).

A polêmica motivou até mesmo um pedido de esclarecimentos do juiz César de Souza Lima, titular da 18ª Zona Eleitoral. Registro fotográfico do intimado deixando o local foi amplamente divulgado à imprensa pela coligação "Reconstruir é o nosso desafio" com acusação de “métodos rasteiros” contra a coligação “Respeito por Dourados”.

Procurado pelo Dourados News na manhã desta quarta-feira (4), Carlinhos Cantor disse que não fala em nome de nenhum candidato, ao contrário da denúncia de que agiu na condição de principal coordenador de campanha do grupo de Alan e Guto.  

“As pessoas tentam me vincular, mas não estou envolvido em campanha nenhuma. As campanhas estão tentando me vincular ao Alan como coordenador de campanha. Não estou autorizado a falar em nome do Alan. Sou presidente de um partido, e como presidente do partido posso montar fiscalização no dia da eleição. O que existe é trabalho para montar fiscalização para o dia da eleição. É lamentável que tentem usar meu nome, por meio de argumentos ardilosos, para tentar me vincular”, declarou por telefone.

Apesar dessa argumentação, ele solicitou que perguntas fossem enviadas via WhatsApp.

Em resposta enviada após a publicação da matéria, Carlinhos Cantor disse que sempre esteve à disposição da justiça para qualquer esclarecimento. “Prova disso que fui notificado por telefone a apenas uma hora antes da oitiva e compareci para dar os esclarecimentos”, pontuou.

“Não existe nenhuma prova de contratação da minha parte. O que existe e que eu fiz uma checagem, de possível contratação irregular. Fui chamado ao cartório para esclarecer esses fatos e foram dadas as explicações devidas. Por decisão pessoal, não fui designado para nenhum papel na campanha, portanto não estou legitimado para falar em nome de qualquer coligação”, elencou.

Alan Guedes também foi procurado pela reportagem e disse que tem sido vítima nos últimos dias de uma campanha desproporcionalmente difamatória por parte da coligação rival.

“O Carlinhos Cantor não é coordenador da minha campanha. Ele não fala por mim. Ele não fala pela minha campanha. Quem fala pela minha campanha são os coordenadores e a assessoria de imprensa, além de mim e do Guto”, assegurou.

Barbosinha não atendeu a ligação do Dourados News para comentar. Porém, a assessoria do candidato divulgou ainda na terça-feira (3) que ele lamentou o episódio. “É lamentável que isso ocorra justamente num momento em que as forças políticas deveriam debater ideias para tirar nossa cidade da situação em que ela se encontra hoje”, afirmou.

Na mesma divulgação o grupo descreve a denúncia segundo a qual “a estratégia foi a mesma usada em campanhas eleitorais do passado, quando o adversário se apresentava como integrante da campanha eleitoral do concorrente e fazia contratações falsas, que não se confirmavam e geravam prejuízo eleitoral a partir do momento em que a pessoa supostamente contratada nunca era chamada para trabalhar e, tampouco, recebia qualquer valor”.

*Matéria editada às 12h para acréscimo de informações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeito paraguaio diz que 'polícia encobre o autor de chacina
FRONTEIRA
Prefeito paraguaio diz que 'polícia encobre o autor de chacina
'LOREM IPSUM'
Governo Bolsonaro faz post sem conteúdo sobre mil dias de gestão
PMA recolhe filhotes de beija-flor que caíram com ninho durante ventania
MEIO AMBIENTE
PMA recolhe filhotes de beija-flor que caíram com ninho durante ventania
CORTE DE VERBA
Bolsonaro sanciona lei que retira mais de R$ 600 milhões da ciência
Prefeitura de Naviraí interdita ponte por conta de risco de desabamento
REGIÃO
Prefeitura de Naviraí interdita ponte por conta de risco de desabamento
CULTURA
Festival de dança valoriza a melhor idade e promove a confraternização
VIOLÊNCIA
Diretor-adjunto é condenado por estuprar criança de 10 anos em escola
DOURADOS
Incubadoras da UFGD selecionam propostas de novos empreendimentos
CAPITAL
Ao se negar entregar celular a ladrão, menina de 12 anos é esganada
VACINA
Saúde reduz intervalo da AstraZeneca de 12 para 8 semanas

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia indicia três e recupera R$ 32 milhões de golpe milionário em empresa
DOURADOS
Asfalto de avenida cede na região Norte e trânsito é interrompido
CLIMA
ASSUSTADOR: Vídeo mostra chegada da tempestade de poeira em Dourados
CLIMA
Ventos de 40 km/h causam estragos em Dourados