Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
1º DE JANEIRO

Autor de atropelamento de jovem que saía de culto é indiciado por homicídio doloso

05 junho 2015 - 10h48

A Polícia Civil finalizou o inquérito e indiciou por homicídio doloso [quando tem intenção de matar] com qualificadores, Daniel Pagan da Cruz, 22, residente no Jardim Tropical. Na madrugada do dia 1º de janeiro ele atropelou e matou o motociclista [Daniel Ceobaniuc Francisco, 23, morador do Jardim Ouro Verde, em Dourados](http://www.douradosnews.com.br/noticias/jovem-morre-em-batida-violenta-envolvendo-moto-e-carrojovem-morre-em-batida-violenta-envolvendo-moto-e-carro).

A vítima retornava de um culto religioso pela rua Coronel Ponciano e no cruzamento com a avenida Marcelino Pires foi atingido pelo veículo conduzido por Daniel.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, José Carlos Almussa Júnior, o documento será enviado para o judiciário que analisará o caso para se pronunciar sobre a denúncia.

A MORTE

Às 2h45 do dia 1º de janeiro, Daniel Ceobaniuc Francisco seguia na Honda CG Titan pela rua Coronel Ponciano e no cruzamento com a avenida Marcelino Pires, acabou atingido pela Toyota Hyllux SW-4, conduzida por Daniel Pagan da Cruz.

A vítima morreu na hora e apesar de chamar e esperar pelo socorro, o motorista deixou o local antes da chegada da polícia.

[No dia seguinte, Cruz, que é estudante de Medicina, confirmou o fato em depoimento ao delegado Edmar Batistela](http://www.douradosnews.com.br/dourados/estudante-acusado-de-atropelar-e-matar-motociclista-se-apresenta-a-policia) e alegou ter ficado com medo da reação de populares ao acidente.

Ainda no relato do ocorrido, ele garantiu ao delegado que não consome bebidas alcoólicas e disse que tinha saído de uma confraternização de Réveillon na casa de amigos e seguia para Fátima do Sul.

No local, Cruz disse que o semáforo abriu para ele e não viu o motociclista a tempo de frear. Após prestar depoimento, o rapaz foi liberado.

HOMENAGEM

[Um mês após o acidente](http://www.douradosnews.com.br/dourados/familiares-de-jovem-morto-em-acidente-realizam-ato-por-paz-no-transito), familiares e amigos de Daniel Ceobaniuc realizaram ato por paz no trânsito no local em que o fato ocorreu.

O movimento contou com aproximadamente 50 pessoas que vestiram camisetas brancas com foto do rapaz e fizeram orações e cantaram louvores.

Algumas pessoas que passavam a pé pelo local pararam para participar do movimento. Já outros que dirigiam nas proximidades acenavam manifestando apoio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF
Leis estaduais sobre taxa de religação de energia elétrica são inconstitucionais
PANTANAL
Força-tarefa combate incêndio na RPPN Eliezer Batista, um dos maiores na Serra do Amolar
PANDEMIA
Hospital de Campanha do Ibirapuera dá alta ao último paciente
ABAV COLLAB
Turismo sul-mato-grossense realiza promoção dos destinos, capacitações e tutorial de gastronomia
FUTEBOL
Série B: Figueirense e Guarani empatam em 2 a 2, em Florianópolis
STJ
Em promissória com duas datas de vencimento, prevalece a que melhor reflete a vontade do emitente
FUTEBOL
Time principal do Fluminense tem cinco jogadores com covid-19
STF
2ª Turma autoriza extradição de proprietário da Telexfree
ESTADO
Justiça do Trabalho pede prioridade a ações que envolvam profissionais da saúde que atuam na pandemia
BRASIL
Profissionais podem se increver até 6 de outubro no CNJ Inova

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete