Menu
Busca segunda, 30 de março de 2020
(67) 9860-3221

Ativação da UPA é cobrança do povo de Dourados, destaca Ishy

15 fevereiro 2013 - 14h02

A ativação da UPA 24 horas (Unidade de Pronto Atendimento) em Dourados foi uma das bandeiras levantadas pelo vereador Elias Ishy (PT) durante a sessão desta quinta-feira (14) na Câmara Municipal. Na tribuna e por meio de ofício, o parlamentar cobrou explicações por parte do prefeito para o atraso na entrega da obra.

Segundo Ishy, essa unidade que de acordo com o Ministério da Saúde é “voltada ao atendimento de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares” já deveria estar em funcionamento. “Faço aqui uma cobrança que não é só minha, mas do povo de Dourados”, destacou. “O prédio está pronto desde o ano passado e não atende ainda”.

O vereador lembra que esse projeto é do governo federal e que o repasse de verbas já foi feito à administração municipal. “Um projeto do governo da presidenta Dilma Rousseff em que o município, mesmo com os recursos, tem a obra parada e inconsequentemente atrasando o seu funcionamento”, ponderou. “Campo Grande e Três Lagoas receberam os recursos na mesma época e as UPAs destes municípios já estão funcionando, e aqui está parado, enquanto muita gente fica nas filas, devido a precariedade da nossa saúde”.

Essa situação motivou Ishy a encaminhar requerimento ao prefeito Murilo Zauith (PSB) e aos secretários municipais José Jorge Filho (Governo) e Sebastião Nogueira Faria (Saúde). No documento o vereador requer informações acerca da justificativa para o atraso na ativação da UPA e qual a previsão para a entrega da obra e seu funcionamento, dentre outras.

Conforme o Ministério da Saúde, a UPA faz parte da Política Nacional de Atenção às Urgências e sua estratégia de atendimento “está diretamente relacionada ao trabalho do Serviço Móvel de Urgência – SAMU que organiza o fluxo de atendimento e encaminha o paciente ao serviço de saúde adequado à situação”.

###JUDOQUINHA
Outra reivindicação feita pelo vereador Elias Ishy durante a sessão desta quinta-feira diz respeito ao Projeto Judoquinha, que a prefeitura pretende desativar. “Olha o presente que a cidade está recebendo, a desativação desse projeto que deu certo”, disse em plenário, onde cobrou explicações por parte da administração municipal. “Por que desativar um projeto que dá certo, barato e atende um grande número de estudantes?”, questionou.


Deixe seu Comentário

Leia Também

FURTO
Homem tem moto furtada em frente a condomínio no Jardim Caramuru
INFORME PUBLICITÁRIO
São Bento Incorporadora desenvolve seu novo site visando ampliar a experiência dos usuários
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
IMUNIZAÇÃO
Doses não chegam e Dourados inicia semana sem vacinas contra a Influenza
Saúde e Bem-estar
Cuide da sua higiene bucal para prevenir o covid-19 (Coronavírus)
ALIMENTAÇÃO
Maca peruana: o tubérculo dos Andes considerado hoje um "superalimento"
SAÚDE
Você sabe como medir gordura corporal com um adipômetro?
CORONAVÍRUS
Especialista orienta para cuidados respiratórios em meio a pandemia
REGRAS
Twitter apaga post de Bolsonaro em que defende fim do isolamento
TELEVISÃO
Felipe x Manu x Mari vão disputar o décimo Paredão do BBB20

Mais Lidas

COVID-19
Dourados confirma primeiro caso do novo coronavírus
COVID-19
Mulher de 52 anos é o 2º caso de coronavírus em Dourados, total no Estado é de 31
DOURADOS
Estado avisou sobre contato entre douradense e morador da Capital com Covid-19
AQUIDAUANA
Quatro homens são autuados em R$ 10,4 mil por pesca predatória em MS