Menu
Busca sexta, 23 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Servidores não descartam greve no Hospital da Vida

11 dezembro 2017 - 09h19Por Guilherme Pires

A semana começou em Dourados com a paralisação dos servidores do Hospital da Vida, na manhã desta segunda-feira (11), em frente ao hospital, que reuniu funcionários dos turnos da manhã, tarde e noite. 

Os atendimentos não foram prejudicados e seguem normalmente, no entanto, está previsto para esta semana, como informou o presidente da Comissão de Funcionários do HV, Robinson Adriani Roque Dauzacker, uma nova paralisação e assembleia para definir se haverá greve ou não. 

Ações como essas se devem ao escalonamento dos salários que não estão conseguindo cobrir todos os profissionais, mas parte deles.

“Foi repassada uma quantia ‘x’ à Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados), mas não conseguimos cobrir todos os funcionários, precisamos fazer o escalonamento como a prefeitura tem feito”, disse o diretor-presidente da Funsaud, Américo Monteiro Salgado Junior.

Américo pontuou ainda a luta da fundação para o pagamento de cada funcionário. “Nós estamos correndo atrás desses pagamentos, inclusive solicitamos à Câmara Municipal que repasse dinheiro para a prefeitura, assim poderemos pagar todos os servidores de forma integral, até porque, esse é o nosso objetivo, realizar o pagamento total”, afirmou. 

Por telefone o presidente da comissão de funcionários do HV informou ao Dourados News que o teto de pagamento em outubro foi de R$ 3.300, em novembro R$ 3.800, e alegou ainda falta de comunicação. 

“Ninguém avisou os funcionários que haveria atraso nos salários ou que estes seriam pagos de forma parcial. Em conversa com o Departamento Pessoal, foi passado para mim, que seria efetuado o pagamento de 95% dos honorários, atingindo o teto de R$ 5 mil, mas não aconteceu”, pontuou Robson. 

Ele disse ainda que este escalonamento atingiu todos os funcionários, até mesmo os de nível superior. 

Ainda pela manhã, o presidente da Comissão de Funcionários, Robson Adriani Roque Dauzacker e o diretor-presidente da Funsaud, Américo Monteiro Salgado Junior, iriam se reunir para decidir o plano de trabalho e negociar o pagamento do 13º.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRANSPORTE
Agepan autoriza novos horários para a linha Três Lagoas-Campo Grande
PRAZO
Pedidos de isenção da taxa dos vestibulares da UFGD terminam hoje
JARDIM
PMA apreende seis filhotes de periquitos encontrados dentro de baldo
SAÚDE & BEM - ESTAR
Unimed Dourados lança um aplicativo para os médicos cooperados
RESTITUIÇÃO
Receita Federal abre consulta ao lote residual do IR nesta sexta-feira
BRASILÂNDIA
Polícia apreende caminhão com seis toneladas de maconha na MS-040
TEMPO
Sexta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
NEGÓCIOS & CIA II
Principais Benefícios da Energia Solar!
NOVA ANDRADINA
Dono de auto elétrica é encontrado morto no interior de oficina
ECONOMIA
Bolsonaro sanciona projeto de lei que cria poupança social digital

Mais Lidas

DOURADOS
Carona de motociclista que morreu em acidente com carreta corre risco de ter perna amputada
DOURADOS
Vítima de acidente na Marcelino Pires morre na mesa de cirurgia
FEMINICÍDIO
Agredida a tijoladas, mulher morre em Dourados após nove dias de internação
POLÍCIA
Carona de motociclista que morreu em acidente é transferida para o Hospital Universitário