Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905
PCCR DOURADOS

Alterações do PCCR são feitas dentro da legalidade e dando direito para a população participar dos debates

06 outubro 2017 - 10h37Por Da Redação

Conhecer e discutir as alterações que estão em pauta com o novo texto do PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) são os objetivos da audiência pública que ocorre nesta sexta-feira, a partir das 14h, na Câmara dos Vereadores de Dourados. O projeto de lei, enviado pelo executivo no último dia 29, deve ser amplamente debatido antes de sua apreciação pelos vereadores.

Além da participação de servidores da administração municipal, os principais envolvidos com a alteração, a presença da população nessa audiência é fundamental, segundo o advogado Alexandre Mantovani, que é assessor especial do gabinete da prefeitura.

“Ao contrário do que circula nas redes sociais, essa não é uma decisão unilateral do poder executivo. Caberá ao legislativo apreciar, garantindo a manifestação democrática da população e dos servidores”, diz.

O evento, acrescenta o advogado, também será uma oportunidade para que os douradenses conheçam situações esdrúxulas empregadas atualmente no funcionalismo municipal para se conseguir o adicional de incentivo à capacitação, como cursos em áreas completamente irrelevantes para o serviço público.

“É justo que o profissional seja reconhecido por se capacitar, e a prefeitura vai continuar concedendo essas gratificações, mas os cursos precisarão estar relacionados à área de atuação do servidor, do contrário isso traz um grande ônus ao erário público”. 

A previsão é que a proposta de Lei Complementar nº 21/2017 seja votada na próxima segunda-feira (9). Segundo o texto do projeto, tratam-se de “pequenas modificações pontuais” para tornar os planos mais coerentes com a política remuneratória e com o interesse público. Além da necessidade de os cursos serem condizentes com a atividade do servidor, outro objetivo da alteração é liminar a 15% o incentivo de capacitação. 

Os profissionais beneficiados com o PCCR atual não perderão o incentivo caso as alterações sejam aprovadas, e novos pedidos de gratificações serão deferidos, ressalta o advogado, desde que atendam às novas regras. 

“Os servidores são o maior patrimônio da administração pública, e a prefeitura quer continuar valorizando seu aperfeiçoamento profissional, mas é importante que eles atendam aos interesses da administração e da população”, acrescenta Mantovani.

  

Deixe seu Comentário

Leia Também

TECNOLOGIA
Sul-mato-grossenses podem baixar aplicativo MS Digital para ter acesso a mais de 50 serviços públicos
PANDEMIA
Visitas a presídios federais estão suspensas por mais 30 dias
TECNOLOGIA
Consumo de vídeo e áudio online cresce no Brasil, aponta pesquisa
DOURADOS
Projeto MP-Social entrega 2.400 máscaras laváveis a entidades do município
MUNDO
Pessoas são mais importantes do que economia, diz Papa Francisco sobre pandemia
CAMPO GRANDE
Incêndio em apartamento com seis crianças começou com brincadeira de isqueiro
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Central de Atendimento à mulher registrou 1,3 milhão de chamadas em 2019
TRÁFICO DE DROGAS
Após tentativa de fuga, motorista é detido com 1,1 toneladas de maconha
DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
CAMPO GRANDE
Funcionários da sede do Detran/MS passarão por testes rápidos do coronavírus

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos