Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Alta do dólar deve aquecer compra de material escolar em Dourados

07 janeiro 2020 - 12h05Por Vinicios Araújo

A aproximadamente um mês da volta às aulas, as papelarias de Dourados já estão preparadas para atender a demanda de clientes. Vantagens de parcelamento e descontos nas compras à vista vão aquecer a competitividade entre as lojas, e com a alta do dólar no Paraguai, o consumidor douradense deve valorizar o comércio local.

A cotação nesta terça-feira (7/1) aponta o dólar americano a R$ 4,08.

Otávio Benigon, empresário do setor, confirmou a expectativa devido a valorização da moeda estrangeira. Para ele, as vantagens de compra no comércio da cidade vão impulsionar a decisão dos pais em não cruzar a fronteira.

“A alta do dólar vai contribuir que as pessoas saiam menos da cidade, mesmo considerando que a compra no país vizinho na maioria das vezes não compensa, agora menos ainda. Então isso com certeza vai fortalecer nosso comércio local”, disse.

Ele acredita que neste ano as vendas da loja devam aumentar em até 10% e para garantir a qualidade da compra, a empresa aumentou os estoques e também contratou mais atendentes. 


E para quem busca economizar, a melhor estratégia é a pesquisa antecipada. Muitos clientes valorizam essa saída às ruas com antecedência para garantir os melhores preços e menos tumulto na análise dos produtos. 

Márcia Aparecida Pereira aproveitou a manhã chuvosa para dar uma olhada nos preços e vantagens que as lojas estão oferecendo. Ela conta que a pesquisa é o que viabiliza um melhor aproveitamento do estoque recém posicionado. 

“Se deixa pra comprar em cima da hora, o que é bom e barato já foi. Então eu sempre aproveito para comprar com antecedência, pesquisar bastante e ver a melhor forma de otimizar meus custos”, conta. 

Regina Lúcia, moradora no 3° Plano, também valoriza a compra com antecedência. Ela aproveita o período para ter total qualidade de atendimento e o menos tumulto possível. Neste ano a meta é comprar o mínimo possível. 

“A gente reaproveitou bastante coisa do ano passado para economizar”, contou.

O empresário Raphael De Leon Serapião também acredita no fomento do comércio local neste ano, mesmo que a compra no Paraguai também tenha um peso turístico.

“A estratégia para competir com os preços na fronteira sempre foi o atendimento personalizado, as possibilidades de parcelamento e a variedade de produtos de excelente qualidade. Agora, com o dólar um pouco mais caro, acredito que vamos ter nosso comércio local com maior fomento”, considerou. 

Lá na loja dele a grande vantagem é a variedade de produtos. São várias marcas, estilos, preços, para um único item. Isso proporciona para o cliente maior liberdade de escolha do melhor material.

Raphael inclusive valoriza a pesquisa do consumidor no mercado. Ele acredita que se o cliente sair de casa, ir nas lojas, visitar e conhecer os produtos, a assertividade e economia ao longo do ano será muito mais expressiva. 

“O material escolar é uma ferramenta como qualquer outra e o que a gente tem orientado os pais é que eles visitem as lojas, conheçam o produto, confiram a qualidade, a durabilidade, e a partir disso a compra é bem mais assertiva. Isso porque com a abertura de novas exportações legalizadas da China, muitos produtos ainda com o preço do Inmetro apresentam qualidade inferior ao ideal, aí acaba que ele precisa voltar no meio do ano e recomprar tudo de novo. Então a nossa orientação é essa: venha na loja, conheça o produto, confira tudo e aproveite esse período com antecedência”, finalizou. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MARACAJU
Menina procura a avó e diz que foi obrigada a ver filmes pornográficos
CRISE AMBIENTAL
Papa cita na ONU 'perigosa situação da Amazônia e dos indígenas'
TAQUARUSSU
Ambiental autua quatro em R$ 8,4 mil e apreende 139 quilos de pescado
UEMS
Abertas inscrições para seleção de docentes temporários na área de Letras
TRÁFICO
Casal morador em Ponta Porã é preso com maconha em Minas Gerais
SAÚDE
Setembro Verde: Central de Transplantes realiza live no próximo domingo
POLÍCIA
“Ordem do presídio”, diz ladrão de 17 anos que atirou em caminhoneiro
FUTEBOL
STJD indefere pedido e confirma Palmeiras e Flamengo para domingo
MEIO AMBIENTE
Polícia desmonta acampamento, apreende arma e munição e evita caça ilegal
RIO DE JANEIRO
Lava Jato denuncia Wassef e mais 4 por peculato e lavagem de dinheiro

Mais Lidas

PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
ACIDENTE
Mulher envolvida em acidente no Centro ficou presa às ferragens de veículo
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
POLÍCIA
Homem morre ao tentar invadir delegacia de Glória de Dourados