Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Agência reabre licitação de R$ 2 milhões para construir bases do Lote Urbanizado

13 dezembro 2019 - 08h25Por André Bento

A Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) reabriu licitação no valor de R$ 2 milhões que visa contratar empresa para construir as bases de 190 unidades habitacionais do Projeto Lote Urbanizado em Dourados. De acordo com o edital de adendo da tomada de preços nº 06/2019, processo nº: 57/500.202/2018, publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (13), a nova data de recebimento de propostas e documentação, é o dia 7 de janeiro de 2020, às 9h.

O objetivo é a contratação de empresa para execução das obras de construção de bases para unidades habitacionais, com área unitária de 42,56 m². No Loteamento Cidadania 8, localizado na quadra 30 do Residencial Harrisson de Figueiredo, devem ser construídas 21 unidades. Outras 45 estão previstas para o Loteamento Cidadania 7, na quadra 7 do Jardim Ibirapuera. E nos Loteamentos Cidadania 05 e 06, no Residencial Esplanada, estão previstas mais 124 unidades nas quadras 62 e 75.

Conforme a publicação oficial, o valor total para execução das obras é de R$ 2.048.516,41. Desse total, R$ 221.656,62 para o Loteamento Cidadania 08 –Residencial Harrisson de Figueiredo – Quadra 30, outros R$ 546.890,53 para o Loteamento Cidadania 07 – Jardim Ibirapuera – Quadra 07, e R$ 1.279.969,26 para o Loteamento Cidadania 05 e 06 – Residencial Esplanada – Quadra 62 e 75.

Assinado na quinta-feira (12) pela coordenadora técnica da Agehab, Wanilza Gomes Soares Vendas, o edital aponta que as empresas licitantes poderão retirar os anexos alterados no endereço eletrônico http://www.agehab.ms.gov.br/2019-2/.

Segundo o Governo de Mato Grosso do Sul, o Projeto Lote Urbanizado foi implantado em 2016, inicialmente em 18 municípios parceiros. Até setembro, haviam sido concluídas 12 casas em Bataguassu, 7 em Bela Vista, 6 em Antônio João, 9 em Nova Andradina, 5 em Jaraguari, 5 em Água Clara, 22 em Itaquiraí, 12 em Amambai, 12 em Coronel Sapucaia, 13 em Japorã (cidade e aldeia), além de 7 em Jacareí (distrito), 33 em Costa Rica, 9 em Chapadão do Sul, 20 em Cassilândia, 18 em Inocência, e 11 em Rio Verde de Mato Grosso.

“A construção de cada casa é feita em duas etapas. Na primeira, a Agehab edifica a base de 42,56m², executada para comportar dois quartos, sala/cozinha e banheiro. A segunda etapa é o complemento da construção: a família selecionada tem que comprovar a compra do material e a mão de obra (pessoa que receberá assistência técnica e será acompanhada na autoconstrução). O prazo para a conclusão da segunda etapa é de 24 meses contados a partir da assinatura de autorização para execução da obra”, detalha a Agehab em seu site institucional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Consumidor poderá tirar dúvidas sobre valor cobrado na conta de luz
BRASIL
Decotelli atualiza o currículo e diz que foi ministro da Educação por seis dias
MS
Mais de 6,8 mil materiais produzidos nas mãos de reeducandos garantem maior proteção em atendimentos no HR
ESPORTES
Partida entre Fluminense e Botafogo será transmitida em TV aberta
REGIÃO
PMA autua arrendatária de fazenda em R$ 9 mil por irregularidades com agrotóxicos
SAÚDE PÚBLICA
Macrorregião de Campo Grande já tem 73% do leitos de UTI disponíveis ocupados
ESPORTES
Projeto UEMS Karate JKA faz treinos ao vivo online durante pandemia
REGIÃO
Agepen dobra altura do muro do presídio de Caarapó para reforço na segurança
BRASIL
Rodrigo Maia defende importância de sindicatos
DOURADOS
Presidente da Câmara lamenta morte de secretário e pede esclarecimento dos fatos

Mais Lidas

PANDEMIA
Mulher morre de covid-19 logo após dar à luz em Dourados
DOURADOS
Decretos sobre aglomerações, igrejas e comércio terão mais 10 dias de vigência
CAMPO GRANDE
Jovem que estava desaparecida é encontrada morta
20 VEÍCULOS
"Bonde do contrabando" é apreendido abarrotado de produtos do Paraguai