Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Ações de prevenção ao suicídio ocuparão a Praça Antônio João neste sábado

14 setembro 2017 - 18h35

Jovens e membros da Campanha Camilo Castelo Branco estarão neste sábado (16), a partir das 8h30, na Praça Antônio João, para conversar sobre prevenção ao suicídio.

Eles irão apresentar músicas, fazer orações e leituras edificantes, entregar mensagens e divulgar os Centros e a Doutrina Espírita. Também estarão com faixas nos semáforos, chamando a atenção dos motoristas que passarem pelo centro da cidade.

Os organizadores da atividade são da Fraternidade Espírita Maria de Nazaré, ligada a Metodologia Auta de Souza, e estão com a proposta de conversar sobre suicídio de uma forma leve, por meio da acolhida promovida pelas atividades da Alegria Cristã.

A campanha está engajada no trabalho de preservação e respeito à vida e busca esclarecer as consequências do suicídio para a alma imortal. Também enfatiza a necessidade de cultivar a alegria de viver através do estudo do Espiritismo e da prática da caridade. A reforma íntima é apresentada como método eficaz de sustentação para vida.

SUICÍDIO ENTRE JOVENS

A alta incidência de suicídios no País foi o que desencadeou a campanha preventiva "Setembro Amarelo", que vem despertando um novo olhar para a questão, quebrando tabus e desencadeando amplas discussões sobre o assunto.

O estado de Mato Grosso do Sul tem a média de suicídio maior que a nacional e vários casos ocorrem periodicamente em nossa cidade. De acordo o estudo "Violência Letal Contra As Crianças e Adolescentes do Brasil", elaborado pelo sociólogo e coordenador do Mapa da Violência, Julio Jacobo Waiselfisz, MS registrou 45 mortes por suicídio de crianças e adolescentes, com idades entre 1 e 19 anos, em 2013. O número é de 5,2% a cada 100 mil habitantes, o que coloca o estado em primeiro lugar da estatística nacional.

Diante dessa realidade, a Campanha de Prevenção ao Suicídio Camilo Castelo Branco e o Movimento Espírita de Dourados, engajados no trabalho de preservação e respeito à vida, estão focados no esclarecimento sobre o suicídio e suas consequências para a alma imortal. Também enfatizam a necessidade de cultivar a alegria de viver através do estudo do Espiritismo e da prática da caridade. A reforma íntima é apresentada como método eficaz de sustentação para vida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Projeto que cria a Lei das Fake News pode ser votado nesta terça-feira
PONTA PORÃ
Após denúncia, DOF apreende drogas sendo embaladas em residência
PANDEMIA
Taxa de ocupação de leitos de UTI para covid-19 no Rio é de 91%
ECONOMIA
Auxílio emergencial começa a ser creditado na conta de beneficiários
CASSILÂNDIA
Homem é autuado em R$ 10 mil por degradação ambiental
MATO GROSSO DO SUL
ALEMS ratifica isenção de ICMS na parcela da subvenção da tarifa de energia elétrica
PANDEMIA
Receita Federal doa mais de 9 mil produtos apreendidos para enfrentamento da Covid-19
TECNOLOGIA
Sul-mato-grossenses podem baixar aplicativo MS Digital para ter acesso a mais de 50 serviços públicos
PANDEMIA
Visitas a presídios federais estão suspensas por mais 30 dias
TECNOLOGIA
Consumo de vídeo e áudio online cresce no Brasil, aponta pesquisa

Mais Lidas

PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos
DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
DOURADOS
Homem é encontrado morto embaixo de ponte no córrego Laranja Doce