Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(67) 99659-5905
EDUCAÇÃO

Acadêmicos da Unigran apresentam pesquisas em Congresso Brasileiro

21 setembro 2017 - 09h34

A 30ª edição do Congresso Brasileiro de Agronomia, organizado pela Confederação de Engenheiros Agrônomos – Confaeab, foi realizada em Fortaleza, no Ceará. Os acadêmicos Malena May e Alexandre Carniel, ambos do 8º semestre de Agronomia da Unigrasn, estiveram presentes no evento para apresentar trabalhos científicos.

Na ocasião foram apresentados seis pesquisas, dentro dos temas: "Solo com ênfase em Plantio Direto e Agricultura de Precisão" e "Produção Vegetal: Milho e Cana de Açúcar".

Mateus Secretti, coordenador do curso de Agronomia, que também apresentou uma pesquisa cientifica durante o Congresso, afirma que a troca de informações entre estudantes e profissionais é de extrema importância e eventos como esse favorece o ensino. "Esse Congresso acontece todos os anos e é um dos mais importantes na área da Agronomia e esse tipo de atividade agrega valor, além é claro, da difusão de conhecimentos. Levamos informações e trazemos informações para dentro da Instituição", menciona.

Essa foi a primeira vez que Malena May participou de um congresso apresentando um trabalho científico. Para ela, a troca de experiência entre estudantes de outras regiões do Brasil é de grande valia. "Esse intercâmbio é muito legal porque agregamos valores, temos contato com pessoas de vários locais, com realidades diferentes das nossas, trazendo novidades para o dia a dia no campo. Nós apresentamos, na ocasião, um trabalho sobre a cana-de-açúcar e no Ceará o plantio e a colheita de cana não é mecânica é toda feita de forma manual, diferente aqui do nosso eEstado", diz.

Já o acadêmico Alexandre Carniel reitera a bagagem de informações trazidas do CBA e aproveita para salientar que, após o evento, ideias novas de pesquisas acabam surgindo, fomentando ainda mais a importância de ir em busca de mais conhecimento.

"Muitos trabalhos apresentados eram bem parecidos e isso acabou nos mostrando que todas as regiões do País estão preocupadas com uma situação em comum, como a lagarta do cartucho no milho. Uma estudante de Goiás, ao parar em nosso banner explicativo disse que o trabalho dela era bem parecido com o nosso, porém era uma praga da cultura de algodão, então as preocupações são parecidas e isso é interessante de se mostrar", ressalta Carniel.



Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
PRF apreende 1,2 tonelada de maconha e 20 Kg de skunk na BR-267
SENADO
Aprovado congelamento de preços de medicamentos e de planos de saúde
COSTA RICA
Filho acusado de agredir pai de 91 anos é preso descumprindo medida judicial
ÁUDIO VAZADO
Presidente da Fundação Palmares chama movimento negro de 'escória'
CAPITAL
Condenado por estupro de vulnerável, homem é preso em encontro religioso
POLÍTICA
Senado aprova em definitivo projeto de doação de refeições não vendida
PORTO MURTINHO
Técnico de laboratório suspeito de aborto consegue habeas corpus
JUSTIÇA
Banco deve indenizar por inserir gravame a terceiros sem consentimento
MARACAJU
Mulheres denunciam tarado que se tocava em terminal rodoviário
COVID-19
'Lamento todos os mortos, mas é o destino de todo mundo', diz Bolsonaro

Mais Lidas

6ª VARA CÍVEL
Empresário vai à Justiça contra toque de recolher em Dourados
PANDEMIA
Com mais 27 casos, Dourados ultrapassa 300 confirmações de coronavírus
PANDEMIA
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
PED
Policiais penais frustram tentativa de fuga na Penitenciária de Dourados