segunda, 22 de julho de 2024
Dourados
28ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
EDUCAÇÃO

5ª edição da Agrotec aborda o uso de drones no agronegócio

17 outubro 2017 - 08h36Por Da Redação

A 5ª Agrotec (Jornada Acadêmica Integrada dos cursos de Agronomia e Tecnologia em Produção Agrícola) da Unigran, trouxe para debate a temática “Tecnologia e Inovação: Uma nova Visão para o Futuro no Agronegócio”. O evento contou com palestras e minicursos no intuito de disseminar conhecimentos direcionados aos acadêmicos e à classe do agronegócio. 

Para as palestras de abertura esteve presente o presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto, que falou sobre “A importância do Agronegócio Brasileiro” e do engenheiro agrônomo, José Trevelin Júnior, que abordou “Drones: Inovações Tecnológicas na Cultura da Cana-de-açúcar”.

O drone já é um negócio conhecido há algum tempo nos Estados Unidos e agora, há uns cinco anos, há o uso intensivo e quase que cotidiano na agricultura. O engenheiro agrônomo José Trivelin Junior afirma que é uma ferramenta que ainda está em desenvolvimento, mas com algumas práticas já consolidadas, como por exemplo, no levantamento de linha, de praga e de erva daninha.

“Tem muita coisa em desenvolvimento, como na aplicação de defensivos, liberação de inimigo natural para controle biológico. Vemos algumas inovações, vários tipos, tamanhos e modelos, o que permite até mesmo o produtor ter um equipamento desses, não precisa ser uma grande empresa ou uma equipe especializada. Hoje temos agricultores que tem e que opera o equipamento fazendo diagnóstico, usa para fazer mapeamento, levantamento de imagens da lavoura”, menciona. 

O drone teve, inicialmente, o uso com imagem, para ter visão da área ou fazer um levantamento topográfico da área. “Isso possibilitou o acesso para qualquer agricultor ter essa informação de uma forma muito mais rápida: ele mesmo tem, ele mesmo configura, ele mesmo usa, então quer dizer que se criou essa facilidade de uso, criou-se a popularização da ferramenta”, garante o engenheiro agrônomo. 

Contudo, José Trivelin Junior cita que os usos mais complexos, como para pulverização, eliminação de inimigos naturais, sensoriamento, fazer levantamentos de LVDI, requer uma quantidade de recursos além do drone, como software e ferramentas para trabalhar as imagens captadas. 


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

Uma pessoa morre por minuto no mundo por causas relacionadas à aids

Além de prisões, operação termina com apreensão de veículos, drogas, munições e colete balístico
SETE QUEDAS

Além de prisões, operação termina com apreensão de veículos, drogas, munições e colete balístico

Polícia prende acusado de invadir residência de idosa enquanto ela dormia e furtar pertences
ROUBO

Polícia prende acusado de invadir residência de idosa enquanto ela dormia e furtar pertences

Banco Central faz ajustes para aperfeiçoar segurança do Pix
BRASIL

Banco Central faz ajustes para aperfeiçoar segurança do Pix

Seis anos após crime, indivíduo que matou homem em frente a lava-jato é preso
CAPITAL

Seis anos após crime, indivíduo que matou homem em frente a lava-jato é preso

BRASIL

Conab recebe mais R$ 115 milhões para apoio à comercialização da agricultura familiar

POLÍCIA

Funcionário de fazenda é mordido por jararaca e desmaia durante socorro

BR-267

Traficante tenta fugir de abordagem policial e é apreendido com mais de 350 kg de entorpecente

FORÇA-TAREFA

Dez trabalhadores são resgatados de condições análogas à escravidão em MS

COOPERATIVISMO

Projeto Juventude Cooperativista realiza ação na Escola Dr. Sidney Guerra, em Erechim (RS)

Mais Lidas

VIOLÊNCIA

Para não divulgar fotos, padrasto obriga jovem a fazer sexo com ele

LOTERIA

Prêmio principal acumula e aposta de MS leva mais de R$ 58 mil na Mega-Sena

LOTERIA

Duas apostas de Dourados faturam mais de R$ 43 mil após Mega acumular mais uma vez

TURISMO

Descubra o Brasil pelos trilhos: roteiros ferroviários para as férias de julho