quarta, 25 de maio de 2022
São Paulo
23°max
11°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Pré-treino: o que comer?

contatonutrifernanda@gmail.com

11 abril 2022 - 00h03

A alimentação e a atividade física andam lado a lado e a ingestão ideal de nutrientes antes do exercício, não apenas ajudará a maximizar o desempenho, mas também minimizará os danos musculares.

Existem opções mais indicadas para os momentos antes de se exercitar. No pré-treino, ou seja, momento anterior ao treino, a alimentação éresponsável por fornecer energia e dar condições ao organismo para realizar exercícios com performance. Então, o que se deve ingerir antes de um treino ou prova? A resposta é: carboidrato.

Lanches pré-treino apresentam como função de maximizar os estoques de glicogênio, para que a performance na atividade física seja mais eficaz. Assim, a escolha certa do alimento favorece ao organismo fornecer a energia necessária para a prática da atividade física, além restaurar a energia dispensada durante o treino, garantindo que o organismo se recupere de maneira rápida e saudável.

Vale esclarecer que, nesse momento, uma refeição com a quantidade adequada de carboidratos aumenta de forma significativa o conteúdo de glicogênio nos músculos e no fígado, constituindo um importante fator para melhorar o desempenho e também evita a fadiga ao final do exercício.

Logo, o tipo, a quantidade e a hora de ingeri-lo vai variar, mas saiba definitivamente que o carboidrato é quem vai garantir a energia necessária para uma atividade bem-sucedida. 

Tanto para os treinos aeróbios (corrida, ciclismo, natação) quanto para os de força (musculação) a sugestão é investir principalmente em fontes de carboidratos. Aposte nas frutas, frutas secas, pães, torradas, batatas, mandioca e cereais. Faça essa ingestão entre 60 e 30 minutos antes da prática. 

Neste sentido, o carboidrato é o principal, mas na refeição pré-treino além das quantidades adequadas de carboidratos complexos, pode conter também proteínas (carnes, laticínios e ovos) e estes devem ser reduzidos em fibras e gorduras para facilitar a digestão e absorção. 

No mais, a composição da refeição pré-exercício depende de fatores como: horário de início dos exercícios, duração, intensidade, modalidade, e questões individuais como facilidade de digestão dos alimentos e preferências. Deve-se respeitar o horário e o tempo de digestão de uma refeição completa. 

Uma alimentação saudável, variada e personalizada, ou seja, individual e específica para cada pessoa, é fundamental para a prática de atividade física. É necessário que cada indivíduo procure um nutricionista, pois cada paciente possui as suas individualidades e necessidades e o planejamento alimentar precisa ser direcionado à rotina de cada um, respeitando as preferências alimentares e também se existe a presença de alguma patologia. 

No mais, a dica final é: escute seu corpo, ele tem vários mecanismos regulatórios para te dar energia no momento do treino. Você consegue fazer estoque de glicogênio (carboidrato) na sua musculatura e esse estoque é feito ao longo do que você come durante o dia inteiro e não 1h antes. Então, coma bem, treine com boa frequência e seja feliz!

*Fernanda Viana é mestra em Alimentos, Nutrição e Saúde - Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Especialização em Nutrição Esportiva pela faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu - FAESI e Pós-graduação em Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia pela Faculdade Ingá- Maringá (PR). Escreve para o Dourados News.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Compulsão alimentar: como controlar?

O que são probióticos?

Descubra a melhor opção de óleo na cozinha

Não utilize óleo de coco para cozinhar

Vegetais crucíferos: o que são e quais seus benefícios?

Mais Lidas

TRAGÉDIA

Homem morre e outro fica ferido em estado grave após acidente na Marcelino

DOURADOS

Vídeo mostra momento da colisão que terminou com morte de motociclista

MARCELINO PIRES

Vítima de acidente tinha 33 anos e era sargento na Venezuela antes de se mudar para Dourados

DOURADOS

Segunda vítima de acidente na Marcelino Pires morre no Hospital da Vida