Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Nutrição na recuperação da Covid-19

contatonutrifernanda@gmail.com

26 abril 2021 - 00h03

Uma alimentação saudável é primordial para manter a saúde e o sistema imunológico em ótimas condições, sem esquecer das medidas de higiene necessárias para evitar as contaminações. O fortalecimento do sistema imune pode auxiliar no combate a infeções e é uma medida necessária para que a recuperação após o contágio da COVID-19 seja mais eficiente e cause menos danos possíveis à saúde. 

Em razão dessa realidade, é importante usar a nutrição e os bons hábitos de vida como aliados, visto que a resposta imune é fortemente modulada pelo estresse oxidativo e processos inflamatórios, neste sentido, uma nutrição equilibrada com a ingestão de nutrientes adequados, podem interagir positivamente no sistema imunológico por meio da expressão gênica, ativação celular e modificação de moléculas sinalizadoras.

O estado nutricional do indivíduo é afetado por vários fatores, como idade, sexo, estado de saúde, estilo de vida e medicamentos, sendo importante destacar que a qualidade alimentar é determinante na composição da microbiota intestinal e, subsequentemente, moldam as respostas imunológicas no organismo. 

O que a ciência já comprovou é que manter uma dieta equilibrada, ou seja, rica em vitaminas e minerais, com ingestão adequada de legumes, verduras, frutas e fontes de proteína (como carnes, ovos, leguminosas e laticínios) é capaz de contribuir para o adequado funcionamento do sistema imune e melhorar, assim, as defesas contra vírus e bactérias em geral. 

Recente estudo identificou que os macronutrientes (proteínas e gorduras) e micronutrientes (selênio e zinco) apresentam efeito positivo significativo sobre as taxas de recuperação do COVID-19. Os alimentos com esse efeito positivo foram ovos, peixes e frutos do mar, frutas, carnes, leite, vísceras, vegetais e castanhas. Já o alto consumo de álcool apresentou um efeito negativo na recuperação da infecção por SARS Cov-2. 

Vale destacar que baixo nível de proteína pode aumentar o risco de infecção, relacionado, por exemplo, à baixa produção de anticorpos. Dietas ricas em carboidratos, gorduras saturadas e açúcares refinados contribuem para a prevalência de obesidade e diabetes tipo 2 e podem aumentar o risco por SARS Cov-2 grave e mortalidade.

Uma ingestão adequada de zinco, ferro e vitaminas A, B 12, B6, C e E é essencial para a manutenção da função imunológica e dentro deste contexto, comumente as pessoas buscam dois caminhos principais para nutrição ideal: o uso de suplementos com vitaminas ou a alimentação saudável e rica em nutrientes. Esta última opção certamente é melhor, mas vale dizer que não existe nenhum alimento milagroso — o segredo é a variedade de cores no prato. Isso é possível por meio de uma alimentação diversificada e harmoniosa. Já os suplementos não devem ser usados sem uma orientação médica, pois uma alimentação balanceada é capaz de fornecer os nutrientes nas quantidades suficientes para a manutenção do sistema imune.

Por fim, para estimular o sistema imunológico deve-se optar sempre por refeições coloridas e variadas.  Alimentos in natura e minimamente processados (frutas, legumes, verduras, cereais integrais, oleaginosas, proteínas) pois apresentam vitaminas, minerais, fibras e compostos bioativos que condicionam um sistema imunológico adequado, com menor risco de doenças, desde que essa alimentação seja habitual. Dê sempre preferência por uma alimentação baseada em comida de verdade. Prevenção é o melhor remédio: cuide-se!

*Mestra em Alimentos, Nutrição e Saúde - Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Especialização em Nutrição Esportiva pela faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu - FAESI e Pós-graduação em Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia pela Faculdade Ingá- Maringá (PR). Escreve para o Dourados News. 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Superando a perda de apetite do paciente com câncer
Tipos de Whey Protein: qual a diferença?
Nutrição na recuperação da Covid-19
O disfarce do açúcar nas indústrias: como o açúcar pode se esconder nos rótulos?
Descongelar alimentos de forma correta garante mais sabor e qualidade do alimento

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados