domingo, 07 de agosto de 2022
Dourados
29°max
18°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Dicas de nutrição para controlar a diarreia

contatonutrifernanda@gmail.com

25 julho 2022 - 00h04

A diarreia é a caraterizada pelo aumento da frequência de eliminação de fezes pastosas ou líquidas, acima de 3 vezes/dia, sendo acompanhada por perda excessiva de líquidos e eletrólitos (sobretudo sódio e potássio), podendo originar situações de desidratação, desequilíbrios eletrolíticos, alterações no estado nutricional e perda de peso.

Existem várias razões pelas quais a diarreia pode ocorrer, como: infecções, medicamentos ou tratamentos. O grau em que a mudança na dieta poderá colaborar dependerá da causa e gravidade do problema.

A reidratação oral é o primeiro passo para o tratamento de um quadro diarreico agudo e a sua administração, juntamente com outras medidas terapêuticas, pode reduzir drasticamente a duração e a gravidade da diarreia. O consumo de no mínimo 8 a 10 copos de líquidos por dia, como água, além de caldo, chás sem cafeína (cidreira, camomila e alecrim) ou bebidas de reposição de eletrólitos, são indicados. 

Vale destacar, que algumas pessoas podem se tornar temporariamente intolerantes à lactose quando estão com diarreia, então recomenda-se evitar, em geral, o leite e seus derivados, pois o nível de lactase nos enterócitos se encontra diminuído e pode haver intolerância.

Diante deste contexto, a oferta de fontes de fibras solúveis é importante para auxiliar no controle do trânsito intestinal. A viscosidade que essa fibra proporciona é fundamental para a integridade e a recuperação da mucosa intestinal, recomenda-se então cereais como arroz e aveia, além de legumes, raízes e tubérculos cozidos e com poucos condimentos também são bem-vindos, como: abobrinha, batata, mandioca cenoura e chuchu; frutas como maçã sem casca, banana, goiaba e melão são ótimas por serem ricas em potássio. O ideal é o consumo de pequenas refeições frequentes lentamente durante o dia desses alimentos. 

Contudo, convém ressaltar que os probióticos têm despertado interesse de vários pesquisadores no tratamento da diarreia. Mas, antes de utilizá-los como rotina na prática clínica, deve ser realizada uma avaliação cuidadosa dos critérios e padrões relativos à qualidade e à confiabilidade das cepas, além da padronização das doses e seus efeitos específicos. Consulte o seu médico para determinar se um medicamento antidiarreico é adequado para você.

*Fernanda Viana é mestra em Alimentos, Nutrição e Saúde - Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Especialização em Nutrição Esportiva pela faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu - FAESI e Pós-graduação em Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia pela Faculdade Ingá- Maringá (PR). Escreve para o Dourados News.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Entenda a diferença entre iogurte e bebida láctea

Dicas de nutrição para controlar a diarreia

Como diminuir a ingestão de sal na alimentação?

O uso de termogênico é seguro?

Índice glicêmico: saiba como controlar o açúcar no sangue

Mais Lidas

TRAGÉDIA

Mulher que morreu em acidente na BR-463 era agrônoma de Dourados

TRAGÉDIAS

Agosto começa com quatro mortes por acidentes de trânsito em Dourados 

LUTO

Conselho de Agronomia lamenta morte de jovem agrônoma em acidente

TENTAVIVA DE HOMICÍDIO

Susto provocado por cachorro e discussão terminam com ciclista baleado