Menu
Busca sexta, 24 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Cortar o jantar não emagrece

contatonutrifernanda@gmail.com

06 setembro 2021 - 00h04

Embora muitas pessoas pensem que não se deve comer à noite, o jantar é a refeição de chave de ouro para terminar o dia. Ele irá adequar os nutrientes que faltam para que sejam fornecidos na quantidade adequada ao organismo. Portanto, o jantar, como todas as outras refeições do dia, não deve ser eliminado. 

Esta refeição prepara o organismo para a fase do sono. O jantar deve, portanto, fornecer energia e nutrição adequada sem sobrecarregar o organismo e permitir um sono tranquilo.

Diversos mitos cercam o que comer no jantar, como por exemplo de que não se deve consumir carboidratos à noite. Carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais devem ser todos consumidos adequadamente. Além disso, não são os carboidratos no jantar que causam ganho de peso. O ganho de peso vem do excesso de calorias consumidas durante o dia, não dos carboidratos consumidos durante a noite.

Vale esclarecer que muitos acreditam que optar por saladas, sopas ou até shakes é o melhor caminho. A realidade é que não muito tempo um indivíduo consegue se conservar assim. Outros abusam de alimentos industrializados ricos em gordura, sódio e calorias, como pizza, processados e lanches calóricos. 

A precaução mais importante a tomar ao preparar o jantar é ajustar o volume da refeição com o horário de se deitar. Por isso, deve-se fazer essa refeição, pelo menos, uma hora e meia antes de dormir. Além de optar por alimentos com menor quantidade de gorduras, então frituras e molhos à base de maionese e queijos gordos devem ser evitados. Já grelhados, verduras, proteínas magras e legumes devem estar presentes no jantar. Até o arroz com feijão podem e devem ser consumidos, adequando a quantidade à aceitação de cada pessoa.

Portanto, é justo dizer que as escolhas alimentares para a refeição noturna fazem uma diferença. Estudos têm mostrado que pessoas com sobrepeso têm mais probabilidade de substituir o almoço e/ou jantar por lanches, uma prática que não contribui para a perda de peso. Para comer saudavelmente e evitar o ganho de peso, os jantares devem ser coloridos, completos, leves e compostos principalmente de alimentos frescos ou minimamente processados.

*Mestra em Alimentos, Nutrição e Saúde - Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Especialização em Nutrição Esportiva pela faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu - FAESI e Pós-graduação em Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia pela Faculdade Ingá- Maringá (PR). Escreve para o Dourados News. 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Setembro Amarelo: transtornos alimentares são fatores de risco ao suicídio
Sarcopenia e o consumo de proteína
Cortar o jantar não emagrece
Iogurte: aprenda como escolher a melhor opção
Alho: invista nesse tempero natural

Mais Lidas

PEDRO JUAN CABALLERO
Adolescentes desaparecidas na fronteira são localizadas
FRONTEIRA
Adolescentes brasileiras estão desaparecidas desde o último sábado
TRAGÉDIA 
Motociclista morre na BR-163 em Dourados após bater em uma capivara 
CRONOGRAMA
Questões técnicas atrasam obras e aeroporto de Dourados não abrirá esse ano