quarta, 25 de maio de 2022
São Paulo
23°max
11°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

Chocolate versus Cacau

18 abril 2022 - 00h03

O cacau (Theobroma cacao) é considerado um dos alimentos com as mais altas concentrações de antioxidantes, junto com o açaí e o mirtilo.

Rico em flavonoides que combatem os radicais livres, o consumo de cacau previne diversas doenças, até mesmo o câncer, retardando o envelhecimento precoce e fortalecendo o sistema imunológico, age como protetor cardiovascular e reduzem a oxidação do LDL (colesterol ruim).

Apesar dos seus diversos benefícios, muito cuidado! É importante informar que chocolate e cacau não são a mesma coisa, por isso, a recomendação é de não ingerir grande quantidade de chocolate diariamente esperando ter benefícios, sendo recomendado o consumo de até 20g/dia (1 tabletinho).  

O chocolate é mesmo a forma mais popular de consumir o cacau, mas para aproveitar seus proveitos é preciso ficar atento ao teor de cacau presente nessa guloseima. 

Como avaliar um bom chocolate? Os benefícios dependem da quantidade de flavonoides presente no chocolate, o que varia de acordo com o tipo de produto. Quantidades significativas da substância só são encontradas nos chocolates tipo amargo ou dark, com mais de 70% de cacau.

Em contrapartida, o chocolate ao leite apresenta quantidades muito pequenas e o chocolate branco não apresenta antioxidantes, pois não contém massa de cacau. 

Vale destacar que o chocolate comum apresenta características sensoriais, como: textura, aroma, cor, sabor e o fato de derreter na boca, além da sua composição de nutrientes (gordura e açúcar) que leva ao desejo incontrolável. Neste sentido, deve haver critério no consumo, pois na fabricação final do chocolate existe a adição de leite, geralmente integral, o que aumenta a presença de outras gorduras saturadas e colesterol alimentar, que podem elevar o colesterol sanguíneo. 

Se a intenção é aproveitar os benefícios do cacau, opte pelo chocolate amargo e adicione o cacau em pó nas preparações, como: vitamina de banana, iogurtes e bolo integrais. Logo, o chocolate ao leite ou branco, este deve ser consumido com moderação devido ao seu alto teor calórico. 

Por fim, a dica final é: permita-se despertar emoções por meio do paladar. Consuma seu chocolate e escolha o caminho do meio, nem muito restrita e nem muito descontrolada. Tenha uma relação tranquila e de valorização com os alimentos. Afinal, é tão gostoso comer chocolate!

*Fernanda Viana é mestra em Alimentos, Nutrição e Saúde - Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Especialização em Nutrição Esportiva pela faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu - FAESI e Pós-graduação em Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia pela Faculdade Ingá- Maringá (PR). Escreve para o Dourados News.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Compulsão alimentar: como controlar?

O que são probióticos?

Descubra a melhor opção de óleo na cozinha

Não utilize óleo de coco para cozinhar

Vegetais crucíferos: o que são e quais seus benefícios?

Mais Lidas

TRAGÉDIA

Homem morre e outro fica ferido em estado grave após acidente na Marcelino

DOURADOS

Vídeo mostra momento da colisão que terminou com morte de motociclista

MARCELINO PIRES

Vítima de acidente tinha 33 anos e era sargento na Venezuela antes de se mudar para Dourados

DOURADOS

Segunda vítima de acidente na Marcelino Pires morre no Hospital da Vida