quinta, 27 de janeiro de 2022
Dourados
33°max
24°min
Campo Grande
30°max
22°min
Três Lagoas
35°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Saúde

Fernanda Viana

A diferença entre alimentação saudável e dieta

contatonutrifernanda@gmail.com

29 novembro 2021 - 00h02

Muitos alegam que alimentação saudável é dieta, porém vale esclarecer que o termo condiz a restrição alimentar, enquanto a alimentação saudável é a diversidade. Alimentação é muito mais que ingestão de alimentos, diz respeito à ingestão de nutrientes combinados entre si, além do seu preparo e características do modo de alimentar-se e às dimensões culturais e sociais.

Constantemente, a publicidade tende a enfatizar dietas com promessa de efeitos milagrosos no corpo e na saúde, induzindo modismos e padrões de comportamento alimentar não usuais, que muitas vezes podem causar riscos à saúde. Neste sentido, as informações divulgadas pela mídia utilizam estratégias persuasivas para a compra de um produto ou adoção de uma “dieta” que não necessariamente é saudável. 

Essas “dietas da moda”, ao contrário da alimentação saudável, prometem redução de peso rápida e sem sacrifícios, são dissociadas dos diversos determinantes da saúde e da nutrição e constituem padrões de comportamento alimentar não usuais. Seu sucesso é atribuído especialmente à motivação inicial das pessoas pelo contato com algo novo, além da promessa de resultados rápidos. Entretanto, a adesão à dieta é temporária, sendo usualmente abandonada em poucas semanas, uma vez que as mudanças propostas não condizem com os hábitos e o cotidiano do indivíduo. 

De forma geral, além de não possuírem embasamento científico, essas dietas criam expectativas irreais relacionadas à velocidade e à quantidade de peso perdida. E no mais, podem causar deficiências nutricionais e potenciais riscos à saúde – se conduzidas por um longo período. 

Contudo, uma alimentação saudável proporciona qualidade de vida, pois faz com que o organismo funcione adequadamente, ou seja, respondendo a todas as funções considerada a melhor forma de prevenção para qualquer doença. 

Infelizmente muitos ainda se preocupam mais com a estética do que com a saúde, contribuindo para os maiores índices de desequilíbrio alimentar. Vale esclarecer, que não adianta ter o corpo que deseja se o que você come não é tudo que seu corpo precisa para uma vida saudável, não é mesmo? E é aí que se forma a grande confusão: a alimentação saudável não está relacionada a nenhuma dieta e sim no fato de manter saúde e peso adequado.

Por fim, a chave para um emagrecimento saudável é fazer da reeducação alimentar um estilo de vida. Dietas costumam estipular prazo de validade e com a reeducação alimentar não é assim. Quando alguém inicia com o processo, o intuito não é somente emagrecer, e sim melhorar a qualidade de vida. A reeducação é um hábito que se cria na rotina e torna-se um estilo de vida a ser seguido. Pense nisso!

*Mestra em Alimentos, Nutrição e Saúde - Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Especialização em Nutrição Esportiva pela faculdade de Ensino Superior de São Miguel do Iguaçu - FAESI e Pós-graduação em Terapia Nutricional, Nutrição Clínica e Fitoterapia pela Faculdade Ingá- Maringá (PR). Escreve para o Dourados News. 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Colesterol: o que você precisa saber

Não tire o feijão da sua alimentação!

Planejamento alimentar

O que fazer para controlar a vontade de comer toda hora?

Ano novo, alimentação nova!

Mais Lidas

DOURADOS

Homem ostenta em boate, não concorda com valor da conta e vai parar na delegacia

FURTO

Jovem abre algema e tenta fugir de delegacia em Dourados durante autuação

DOURADOS

Preso o jovem autor de pelo menos 20 furtos apenas neste ano

RIBAS DO RIO PARDO

Pai, mãe e filho morreram em colisão entre veículos na BR-262