segunda, 04 de julho de 2022
Dourados
32°max
15°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Zauith nomeia “novo secretário” para o lugar de Nogueira na Saúde

28 dezembro 2015 - 06h34
Interino - O prefeito Murilo Zauith (PSB) designou o servidor Marcio Grei Alves Vidal para substituir Sebastião Nogueira à frente da Secretária de Saúde de Dourados, de forma interina. O atual titular da pasta gozará férias entre os dias 4 e 18 de janeiro do próximo ano.

Dourados Brilha - O Natal já passou, mas o Dourados Brilha continua levando entretenimento à população até o dia 31 de dezembro, na Praça Antônio João, região central da cidade. A pista de patinação funciona entre as 17h e 22h até quarta-feira. Na quinta, o movimento será entre 14h e 18h.


Uber - O governador da Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), vetou na quarta-feira passada a lei aprovada na Assembleia Legislativa que proibia o aplicativo Uber no Estado. Na justificativa, o governador afirma que cabe a União legislar sobre as diretrizes da política nacional dos transportes.

Câmara - Ainda conforme o veto, a competência legislativa sobre o transporte individual de passageiros dentro da cidade caberia ao município e não ao Estado. Em Dourados, vai sobrar para os vereadores então analisar a possibilidade ou não, de se proibir o aplicativo que vem dando muita dor de cabeça em outras cidades.


Parquímetro - Ainda vai dar muito que falar a cobrança de estacionamento rotativo para motos em Dourados. A medida para regulamentar as vagas no município não foi muito bem aceita por parte dos usuários. Muitos internautas reclamaram da tarifação, que deve ocorrer a partir de fevereiro.

Condições - Outro fator que deve ser bem discutido em relação a cobrança desses estacionamentos é a condição a qual o usuário irá encontrar para parar seus veículos. Os canteiros centrais utilizados para esse fim estão deteriorados e levam perigos a pessoas que saem de seus veículos, principalmente idosos.


Enxugar gelo - Foi bastante feliz a afirmação do comandante da Polícia Militar de Dourados, tenente-coronel Carlos Silva na entrevista concedida ao Dourados News. Segundo ele, a polícia tem realizado o trabalho dela com muito afinco, porém, o prende e solta proporcionado pela brandura da lei brasileira faz o trabalho todo ir para o ‘espaço’. “É como enxugar gelo”, disse.

Déficit - O comandante também reconheceu a dificuldade encontrada pelos organismos de segurança pública por conta do déficit no efetivo. Em Dourados, por exemplo, são pouco mais de 300 homens atendendo a cidade, distritos, reserva indígena, além dos municípios de Caarapó e Douradina. O ideal seriam 500 policiais militares.

Felicitações - Em época de redes sociais, autoridades políticas e pretensos candidatos a algum cargo nas eleições municipais em 2016 usaram, e muito, esses meios para mandar felicitações. Alguns não perdoaram nem grupos de whatsapp voltados a ação social e beneficente para aparecer e ser lembrado.

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com.br

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com limite para definições se aproximando, movimentação para alianças ainda é morna em MS

Em recado a pré-candidatos ‘da direita’ em MS, Bolsonaro fala em união

Bolsonaro diz que vai levar Tereza Cristina para passear de moto na Capital

Ex-secretário de Murilo é o ‘nome da vez’ para compor chapa com Rose Modesto

Mais um vereador anuncia que disputará eleições em outubro

Mais Lidas

DOURADOS

Idosa cai em golpe do falso sequestro, mas polícia consegue impedir transferência bancária

DOURADOS

Drogado, homem acaba preso após agredir filha e esposa

REGIÃO

Droga apreendida em veículo que capotou é avaliada em 1,5 milhão

RIO BRILHANTE

Caso de homem encontrado morto dentro de residência é investigado