segunda, 04 de julho de 2022
Dourados
32°max
15°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Segurança de relatora da ONU em Dourados se equivale a de chefes de Estado

11 março 2016 - 06h24
Arquivados - Devem ser arquivados nos próximos dias, 37 processos, entre procedimentos preparatórios e inquéritos abertos pelo Ministério Público Estadual para investigações de vários assuntos. Entre eles, está o que buscava apurar supostas irregularidades na cobrança de pedágio pela concessionária CCR MS Via, que explora os serviços da BR-163.

Pedágio - A ação prestes a ser arquivada pela Promotoria foi aberta no ano passado, quando a empresa iniciou a cobrança da tarifa autorizada pela ANTT ao alegar cumprir a entrega de 10% da rodovia duplicada. Meses depois de iniciado a cobrança, as mesmas obras que previam duplicação, contornos, construções de passarelas para pedestres e viadutos em cinco anos, caminham lentamente no Estado.

Caro - Além da lentidão nos trabalhos, os valores impostos aos motoristas são altos em relação à parte estrutural. Viagem de ida e volta entre Dourados e Campo Grande, por exemplo, tem aumento de custo de quase R$ 30 para carros de passeio. A exceção é a segurança e o atendimento ao longo da via, muito boa, por sinal.

Inquérito - A Promotoria de Justiça Defesa do Patrimônio Público e Social de Mundo Novo converteu em Inquérito Civil o Procedimento Preparatório que apura a contratação de serviços de gelo e pintura prestados supostamente por empresa de um vereador do município.

Diárias - Por falar em Promotoria, a de Justiça de Rio Brilhante ouve hoje pela manhã oito vereadores como forma de ajudar na investigação que apura um suposto esquema em desfavor dos cofres públicos através do pagamento de diárias aos parlamentares. Ação do Gaeco no dia 24 de fevereiro levou cinco legisladores para depor.

Chororô - O ato contra a corrupção agendado para domingo (13) em Dourados gerou desconforto e protestos por parte de militantes ligados ao Partido dos Trabalhadores. A reclamação deixa de lado a movimentação da população contra o atual governo federal e o partido e passa a atingir a Igreja Católica e o Conselho de Pastores que agendaram na Praça Antônio João um ato ecumênico durante a manifestação que ocorre simultaneamente em todo o Brasil.


Segurança - A relatora especial da ONU, Victoria Tauli-Corpuz, esteve ontem em Mato Grosso do Sul visitando áreas habitadas por indígenas. Durante a estadia, sua segurança foi tratada com status de chefe de Estado. Policiais federais, rodoviários federais e de outros organismos ficaram a disposição da filipina que conheceu as aldeias da região Sul e depois passou por Dourados.

Sigiloso - Além da segurança reforçada, a dificuldade em se conseguir informações sobre a visita de Victoria Tauli-Corpuz foi de se espantar. O silêncio absoluto dos órgãos comprometidos com a passagem da relatora deixou dúvidas sobre o que ela realmente veio fazer no Estado, afinal, em um dia é praticamente impossível saber realmente o que acontece em território sul-mato-grossense.

Rota - "Ali (Dourados) é quase fronteira com o Paraguai. É uma região bem conhecida pela polícia como rota da droga". A fala é do sargento da TOR (Tático Ostensivo Rodoviário), braço da PM de São Paulo, Geovano Dal Medico, que apreendeu 56 tabletes de pasta base de cocaína com dois douradenses na noite de quarta-feira. O relato ocorreu em entrevista ao Jornal da Cidade, de Bauru (SP).

Fora - O deputado estadual Felipe Orro seguiu o caminho de Marquinhos Trad na semana passada e anunciou, na tribuna, a desfiliação de seu partido, no caso, o PDT, após 11 anos. Porém, ao contrário de Trad, o parlamentar saiu disparando contra a direção do partido. Segundo ele, a atual diretoria não se importa com os militantes. Orro pretende se candidatar e disputar a prefeitura de Campo Grande.

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com limite para definições se aproximando, movimentação para alianças ainda é morna em MS

Em recado a pré-candidatos ‘da direita’ em MS, Bolsonaro fala em união

Bolsonaro diz que vai levar Tereza Cristina para passear de moto na Capital

Ex-secretário de Murilo é o ‘nome da vez’ para compor chapa com Rose Modesto

Mais um vereador anuncia que disputará eleições em outubro

Mais Lidas

DOURADOS

Idosa cai em golpe do falso sequestro, mas polícia consegue impedir transferência bancária

DOURADOS

Drogado, homem acaba preso após agredir filha e esposa

REGIÃO

Droga apreendida em veículo que capotou é avaliada em 1,5 milhão

RIO BRILHANTE

Caso de homem encontrado morto dentro de residência é investigado