segunda, 15 de julho de 2024
Dourados
10ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Conexão Grevenstein

Ana Cavalheiro

Fritz, o sedutor

08 julho 2024 - 07h29

Teatro é um lugar de muita ilusão e egos gigantes.

Mas é seguramente o melhor lugar para aprender sobre a vida e
desenvolver potencialidades.

Mas, qual lugar de trabalho no mundo, não se confronta com o ego?

Em 1997 ingressei no teatro de Marburg, fundado pela minha amiga
Hannelore, que na época não a conhecia, conhecendo a
posteriormente, quando retornou de Berlin.

Marburg era província demais e ela certamente buscava um desafio ou
a descoberta do extraordinário! Através de uma herança lhe foi
possivel transformar um angar de trens num lugar para as artes.

E ela o fêz.

Era um espaço experimental, para todos aqueles que querem expressar
ou refletir sobre a sociedade em que vivem, sem a preocupação com a
sociedade dos homens. O Stablishment quer ouvir uma opinião que
seja consenso, que não questione. Uma opinião que seja próxima da
perfeição e que não contraria nobody em seus puros conceitos morais.

Não necessita do Pensar.

Mesmo que sejam só conceitos, pois dificilmente vemos as grandiosas
questões morais sendo seguidas por tão religiosas pessoas, se fosse
assim não teríamos uma multidão de homens assassinando suas
mulheres e nem sequer precisaríamos de uma casa de detenção.

É fato, que os homens fazem leis para mulheres cumprirem e também
é fato que são eles os primeiros a ignorá-las.

Assim, sem a preocupação com a prestimosa sociedade, lá nesse lugar
- você estaria livre - poderia expressar a angustia ou a alegria
passageira da alma!

Para isso e com esse objetivo, foi criado o Centro Cultural
Waggonhalle.

Vivi momentos incríveis nesse lugar.

Indescritíveis.

Esqueci tudo o que eu sabia e aprendi outras coisas, mais verdadeiras,
mais imprecindíveis, mais vitais!

O mundo das artes cênicas é miserável e nem sempre é considerado
uma profissão - e temos atualmente uma patrulha empenhada em
desprezar mais ainda essa atividade, como se fosse algo menor.

Mas Marburg, com todo seu provincianismo, é uma cidade
universitária, seus cidadãos são todos pretensos intelectuais, todos
frequentam o teatro e isso fêz com que o teatro sobrevivesse - batendo
de frente na bilheteria com o teatro subsidiado pelo estado.

E lógico que cresceu, e cresceu rápido.

Na minha peça Os Sapatos, me sabatinaram com dados precisos sobre
o Brasil, quais eram as fontes pesquisadas, autores e textos,
lembrando que as únicas celebridades brasileiras encontráveis na
imensa biblioteca era o grandioso Mario de Andrade, Lucio Costa e
Marta Suplicy, e por fim, Tom Jobim. Havia Tudo sobre nosso povos
Indígenas e tudo sobre a escravidão e o dinheiro.

Sobre o dinheiro havia uma sala inteira reservada; desde como surgiu
a moeda e para que serve e como a moeda deve se comportar numa
economia. Mais adiante, ali logo em frente à sala do dinheiro, estava a
sala dos livros da escravidão, que tão bem serviu ao Brasil.

O conhecimento é o único caminho para a salvação!

Mas voltando ao teatro, depois das apresentações e das sabatinas dos
interessados, sempre nos reuníamos para nosso drink comunitário, o
melhor momento de todo esse embate.

Fritz, nunca entendeu o espírito do Waggonhalle. Ele usava todo seu
currículo - que não era de todo ruim - entre filmes em Munique e o
glorioso convite de Spielberg para participar do Schindler List, que
não o tornava necessáriamente um hollywoodiano, mas…boa pinta em
cima de seus 50 anos - ainda dava um caldo, como diria minha amiga
Cecilia - e ele usava esse resquício de frescor com maestria, para
impressionar uma ou outra garota desavisada na cena.

Todo mundo sabe quem é Spielberg.

Mas Fritz impressionava por pouco tempo, pois a mulher alemã não é
flor que se cheire, espertas e mandonas estão um pouco distantes do
ideal romântico e idealizado pelos homens - elas já destrincharam a
Bela Adormercida - e pragmáticas não esperam flores mas colocam
regras e não assinam contratos em uniões onde ficam desprotegidas.

Sim, o homem alemão apesar de irreverente - carrega um certo
respeito pelas mulheres. Um respeito um pouco diferente do que
conhecemos nas Américas.

Mas não estamos aqui para comparar uma cultura milenar com uma
cultura que acabou de nascer - embora deveríamos!

Fritz, nunca era convidado para nosso drink comunitário.

Nosso grupo era maravilhoso, nos amávamos, ríamos, contávamos
histórias engraçadas e queríamos que nunca nos separássemos!

Nosso assistente dizia que ele nos espionava, para saber o que
estávamos fazendo - uma humilhação para um astro!

Assim era tratado Fritz, com distância.

Quando estreiamos comprou ingresso e sentou se na primeira fila.

Na festa pós estréia, desfrutou maravilhosamente do nosso coquetel,
se pavoneando enquanto discorria sobre a marcação das cenas que
estava péssima e o quanto a direção era uma la merde, o figurino
ineficaz que atrapalhava os movimentos e além do mais para que
comer em cima da mesa - ao invés de sentar se a mesa!

Comer em cima da mesa era o diferencial, o Plus! que encontramos
para edificar a peça de Caryl Churchill.

Ele foi cirúrgico. Destruindo todo nosso trabalho e deixando a diretora
durante dias com um elefante atrás da orelha e toda uma equipe
desvalorizada.

Mas isso nao demorou muito, pois Heike - uma verdadeira mulher -
nossa colega de trabalho, chamou nos para uma reunião e ordenou a
todas nós:

Levantem a cabeça! O trabalho está explêndido, trouxemos inovações
e falamos da trajetória milenar da mulher. Nós sabemos o que fazemos
e não precisamos da opiniao depreciativa de um homem!

#Cavalheire-se!

Nunca mais fomos as mesmas.

Reestreiamos e acontecemos.

Já Fritz, continuou não sendo convidado para nosso drink.

Homens, calem se perante Mulheres!

Ana Cavalheiro
Arquiteta. Crônista. Mulher.
anacavalheiro23@gmail.com
Grevenstein - Alemanha
Vila São Pedro - Ms - Brasil
Dicionário:
Marburg: Cidade no estado de Hessen à beira do rio Lahn e terra dos
irmãos Grimm.
Nobody: ninguém (em inglês)
Schindler List: A lista de Schindler - filme do Diretor Steven
Spielberg sobre Oskar Schindler - passado na segunda guerra
mundial.
Berlin: Em alemão se escreve com N no final. Em português escreve
se com M no final. Eu, particularmente, escrevo sempre com N no
final. Just Deutsch! Sorry.
La merde: uma porcaria - em francês.
Stablishment: Organização social dominante, grupo que controla uma
política. (Fonte: Google)
Caryl Churchill: Dramaturga britânica, nasceu em 1938 em Londres,
Inglaterra.
Estudou na Universidade de Oxford e escreveu sobre abusos de poder
e a exploracão da sexualidade na politica.
Em 1982 escreveu Top Girls, uma péça que explora temas do
feminismo e identidade, abordando como a mulheres enfrentam as
estruturas de poder tanto patriarcais quanto capitalistas - onde perdem
sua humanidade para satisfazer e sobreviver ao poder dos homens. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

As Honrarias de Elonzinho

Fritz, o sedutor

Seo Luciferino II

Lovely Golden(s) City!

Catherrines!

Mais Lidas

ABUSO SEXUAL

Homem é preso em flagrante acusado de estuprar sobrinha em Dourados

OPORTUNIDADE

Com recrutamento noturno, indústria abre 400 vagas de trabalho em Dourados

MS

Inscrições para o Curso de Libras EAD Nível I do 2º Semestre abrem dia 15 de julho

DOURADOS

Ministro admite atraso e prevê projeto de novo terminal do Aeroporto concluído até fim de julho