Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Fedentina continua na cidade, agora, em dois horários

22 fevereiro 2016 - 06h34
Fedentina - O mau cheiro – ainda misterioso – continua sobre Dourados, principalmente nos períodos de final de tarde e início da manhã. Os maiores reclamantes são moradores da região Sul da cidade e também da Noroeste. Recentemente um inquérito civil que apurava o caso há anos foi arquivado e nenhuma solução foi apontada.

Difícil - Se já era complicado achar vagas de estacionamento na região central de Dourados com o funcionamento do estacionamento rotativo, sem ele, a procura torna-se maior ainda. Para conseguir parar veículos pelo Centro, o condutor precisa rodar, e muito, para ter a sorte de encontrar um espaço.

Adaptação - Durante fevereiro, motoristas estão isentos do pagamento do estacionamento por conta da troca de empresa responsável em explorar o serviço do parquímetro. O período, segundo a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) é para adaptação ao novo sistema que inicia-se em 1º de março.

Pauta - Deve entrar na pauta de hoje da Câmara de Vereadores de Dourados o projeto que estabelece a nova lei da dengue no município. Mais rígida, a norma vai pesar, e muito, no bolso das pessoas em caso de reincidência. Um dos principais pontos é a multiplicação do valor da multa, R$ 400 em residência, pela quantidade de focos encontrados no local.

Força - Também é previsto a presença de força policial juntamente com chaveiro para adentrar nas casas que estiverem fechadas. A nova medida, se aprovada, deve ser sancionada pelo prefeito Murilo Zauith (PSB) no dia seguinte.

Sujismundo - “Prefiro ser criticado pelos sujismundos oportunistas, do que deixar a cidade como está”. Esta foi a afirmação do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) durante discurso a alunos da Rede Municipal de Ensino na manhã de sexta-feira, para justificar as críticas que, segundo ele, receberá, pela lei que prevê multa de R$ 2 mil a R$ 8 mil para quem não cuidar de terrenos. A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, esteve presente.

Se a moda pega - Estranha a arbitrariedade da prefeitura de Amambai no caso do empresário que resolveu, por conta, tapar um dos buracos da cidade com entulho. Boletim de ocorrência foi feito pela administração contra ele que terá que responder pelo caso. Já pensou se a moda pega?

Desrespeito - A quantidade de ‘curiosos’ em acidentes ou ocorrências policiais já é algo difícil de entender, porém, em época de redes sociais e celulares que fazem tudo, muitos utilizam da desgraça humana para expor ao mundo imagens de carnificina em busca de “curtidas” e compartilhamentos. O caso da jovem morta atropelada na quinta-feira em Dourados é prova disso.

Família - Será que nenhum desses cidadãos que compartilham as ‘pesadas’ imagens pensaram na hipótese dos familiares dessas pessoas receberem, mesmo que de forma indireta, fotos ou vídeos? A polícia tem e deve apurar fatos como esses.

Big Brother - Dezenas de câmeras de vídeo começaram a ser instaladas em vários pontos de Dourados no intuito de proteger o cidadão de marginais, e também, coibir infrações no confuso trânsito da cidade. A medida, que já é realizada pela Guarda Municipal em alguns pontos, será agora desenvolvida também pela Polícia Militar.

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

Braz ironiza suplentes por vaga na Câmara: “não adianta soltar rojão”
Disputa por vaga na Câmara faz Délia perder três secretários
Réu em processo e no grupo de risco do coronavírus, vereador é autorizado a se isolar em fazenda
Marçal deve ser candidato do governo à prefeitura e abrir brecha para 3º deputado do DEM na AL
Prefeitura não vai penalizar responsáveis por aglomeração em protesto

Mais Lidas

DOURADOS
Exame de jovem que morreu no HU testa negativo para coronavírus
COVID-19
Dourados tem mais um caso confirmado de coronavírus
DOURADOS
Jovem morre no HU e município pede agilidade no resultado do exame de coronavírus
CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações