quarta, 25 de maio de 2022
São Paulo
23°max
11°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Bola Cheia...! Bola Murcha...!

Waldemar Gonçalves, o Russo

Enquanto futebol de MS capenga, cidade de 8 mil habitantes tem time na Série B do Brasileiro

10 maio 2022 - 00h03

Bola cheia...! A bola vai para um dos leitores da coluna que lembra que Tombo, que é uma simples cidade mineira, com pouco mais de oito mil habitantes possui uma equipe de futebol que está desfilando na série “B” do Brasileiro enquanto o Mato Grosso do Sul por meio do Costa Rica desfila com muita dificuldade pelos gramados pela “D”, o que é muito pouco para um Estado muito rico e próspero em tudo, menos no futebol profissional, esta é a mais pura e dura realidade no atual cotidiano.

Pela série “B” o Tombense, clube mineiro que busca fazer igual ao Cuiabá, do vizinho Mato Grosso, em chegar a primeira divisão do Brasileirão se vê obrigado a levar seus jogos para Muriaé (MG) por não ter a sua séde que é a cidade de Tombo, segundo a poderosa CBF (Confederação Brasileira de Futebol) um estádio para receber acima de dez mil torcedores.

Isso posto, aqui no Mato Grosso do Sul temos estádios capacitados e estruturas (aeroporto, hotel, restaurante entre outros itens) para receberem grandes jogos, todavia, os desleixos com as praças esportivas por parte dos dirigentes esportivos da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) e principalmente com os clubes é mais do que patente, e isso não é de hoje.

Há anos os desleixos são patentes  tanto pelas administrações quer seja estadual ou municipais com os estádios, como o “Morenão” em Campo Grande; “Douradão” em Dourados; “Madrugadão” em Três Lagoas; Arthur Marinho, em Corumbá; “Loucão” em Maracaju e porque não o mais novato deles, o “Andradão” de Nova Andradina.

Além destes estádios, temos também outros grandes “campos” que seriam maiores do que o do Tombense, que é o “Ninho da Águia” de Rio Brilhante; o “Virotão” de Naviraí; a “Toca do Urso” de Mundo Novo; o “Laertão” de Costa Rica entre outros que com certeza são maiores do que apresenta a cidade de Tombo, todavia, está cidade que está numa série “B” do Brasileiro e que não a conhecemos dá literalmente um “tombo” no pobre e deficitário futebol profissional sul-mato-grossense, e aí vem a pergunta, porque será heim...?!

Que a classe política e empresarial e desportista se unam e discutem o futuro do futebol profissional sul-mato-grossense, pois do jeito que está, a tendência é não só perder para Tombo, que é muito menos que o Jardim Água Boa em Dourados (MS),  mais sim, para uma cidade com menos de oito mil habitantes.      

Bola cheia...! Com oito equipes, sendo seis da capital e dois do interior (Chapadão do Sul e Dourados) dará-se ao início do campeonato sub-20 de futebol de campo.

A competição que conta com a coordenação da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) em tempo, levará a equipe campeã a ganhar uma vaga para disputar a Copa São Paulo de Futebol júnior do ano que vem...!

A cidade de Dourados de acordo com informações será representada pelo DAC (Dourados Atlético Clube) que contando com a supervisão do experiente técnico Francisco Lima, o “Chiquinho” já está em processo de montagem de uma equipe para representar o MS na Copa Verde de futebol profissional...!

Bola murcha...! A escola CAIC / Neil Fioravanti ficou com o vice-campeonato estadual de basquetebol feminino sub-13 que foi promovido pela FBMS (Federação de Basquetebol de Mato Groso do Sul) que foi realizado na cidade de Rio Brilhante.

De acordo com informações, a equipe douradense somente não foi campeã da competição porque os organizadores mudaram o regulamento.

Vai daí que, pelo visto o esporte sul-mato-grossense em todos os sentidos não muda mesmo não é, pois tudo em qualquer modalidade sempre “pinta” uma maracutaia, principalmente quando envolve equipes douradenses...!

Bola murcha...! O MS conquistou de acordo com informações 16 medalhas nas competições para deficientes físicos no Circuito Caixa  em São Paulo, porém dos atletas que lá marcaram presença, segundo consta não tinha nenhum representando a cidade de Dourados através do projeto “Dourados Paralímpico” que era -ou é- desenvolvido pelo competente profissional em educação física Antônio Pietramale, o “Toninho”...!

Bola cheia...! A bola vai para o Clube de Regatas Botafogo do Rio de Janeiro que sofreu barbaridade, mas sapecou o até então poderoso Flamengo em jogo levado para o estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Que vibrou muito com esta vitória do alvinegro carioca lá na capital do estado foi o companheiro e grande jornalista Williams Araújo. “Bota fogo na fundanga, tira este nós de mim” kkkkk!

Bola murcha...! Na década de 90 e parte de 80 havia em Dourados numa promoção do CID (Clube de Imprensa de Dourados) em parceria com a prefeitura pela então FUNCED (Fundação de Esporte de Dourados) uno, o torneio de imprensa, que era uma festa só de confraternização entre os profissionais da área, quer seja nas rádios, jornais impressos e televisões.

Porém, com as decadências -e fechamentos- de muitos órgãos de imprensa como as emissoras de rádio Caiuás e Clube além da então “caçula” Tupynambás; dos jornais Enfoque; Gazeta Popular; Folha de Dourados; O Progresso e porque não o Diário do Povo (hoje do MS) e também da TV Caiuás que antes era afiliada a Bandeirantes e depois SBT (hoje RIT- Rede Internacional de Televisão) e a então Sul-américa (hoje TV Morena), infelizmente as competições não são mais realizadas, mas ficou somente saudades daqueles velhos tempos, que o diga os “veteranos da imprensa douradense” que delas participaram com muita alegria tanto fora como dentro das quadras...!

Bola cheia...! Se não haver imprevisto, o torneio beneficente do Santo Antônio da Picadinha na categoria sub-12/14 deverá ser realizado no próximo domingo. O torneio era para ser realizado no último domingo, porém em razão da comemoração do Dia das Mães ele foi adiado para este próximo domingo...!  

Por hoje é só meu povo, mais volto se Deus quiser e ele vai querer, e segue o líder coringão no Brasileirão (por enquanto né kkk)...! Boa semana para todos nós meu povo...!

*Waldemar Gonçalves, o Russo é jornalista e filiado ao Sinjorgran (Sindicato dos Jornalistas da Grande Dourados)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Se sair do papel, reforma do Ginásio Municipal será 'presente' para Dourados

Imbróglio na Justiça pode deixar distrito sem campeonatos

Competição regional vai movimentar categorias de base em MS

DAC vai apostar alto para a disputa da Copa Verde

Enquanto futebol de MS capenga, cidade de 8 mil habitantes tem time na Série B do Brasileiro

Mais Lidas

TRAGÉDIA

Homem morre e outro fica ferido em estado grave após acidente na Marcelino

DOURADOS

Vídeo mostra momento da colisão que terminou com morte de motociclista

MARCELINO PIRES

Vítima de acidente tinha 33 anos e era sargento na Venezuela antes de se mudar para Dourados

DOURADOS

Segunda vítima de acidente na Marcelino Pires morre no Hospital da Vida