quarta, 25 de maio de 2022
São Paulo
23°max
11°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Bola Cheia...! Bola Murcha...!

Waldemar Gonçalves, o Russo

Corinthians em Dourados e cidade com destaque positivo na mídia nacional

17 dezembro 2021 - 00h03

Bola cheia...! O bola cheia vem relembrar o ano de 1.999 quando o Ubiratan Esporte Clube comando pelo então presidente da Câmara Municipal Joaquim Soares, após ser bicampeão estadual, teve pela frente da Copa do Brasil o então todo “poderoso” timão” na primeira fase da competição nacional e a cidade foi de forma positiva divulgada para todo o país pela equipe de esporte da TV Bandeirantes...!

No primeiro jogo no estádio Frédis Saldivar, o Esporte Clube Corinthians com um time misto na noite de 03 de fevereiro  de 1.999, com um gol de Mirandinha, na estreia do lateral esquerdo Cleber , venceu o jogo e levou o segundo confronto para o estádio Paulo Machado de Carvalho, o eterno “Pacaembu”.

Na oportunidade o Ubiratan jogou com Leis, Pereira, Claudinho, Márcio Santos, Paulo Fernandes (Chiru), Z[e Luciano; Dênis, Alexsandro, (Marco Antônio), Jean, Paulo César e Jorge Wilson e Anderson. O técnico era Heron Gonçalves.

Já o time misto do “timão” veio a campo com Mauricio, Índio, Cris, Márcio Costa, Cleber, Amaral, Vampeta, Edu (Romeu) e Ricardinho (Ewerthon), Mirandinha e (Dinei) e Fernando Baiano. O técnico era Osvaldo de Oliveira.

Neste jogo vale lembrar, o jogo foi transmitido para todo o Brasil pela Bandeirante, e inclusive,  o eterno Luciano do Valle (in memorian), então chefe da equipe de esporte da emissora paulista, lançou no ar, o hoje consagrado narrador Nivaldo Prieto...!             

 No jogo de volta também com transmissão pela Bandeirantes para todo o Brasil às 16 horas do dia 20 de fevereiro de 1999, no mágico estádio Paulo Machado de Carvalho, o “Pacaembu”, o placar foi de 6 a 2 para o Corinthians, com gols de Gamarra, Edilson “capetinha”, Marcelinho, Ricardinho, Fernando Baiano e Dinei. Paulo César e Jean descontaram para o “Leão da Fronteira”. Neste jogo, o zagueiro Claudinho do “bira” foi expulso.

O Corinthians que jogou em Dourados com o time mesclado, no jogo de volta no “Pacaembu” entrou em campo com Nei,  Índio, (Rodrigo), Batata, Gamarra, Silvinho, hoje técnico do clube, Vampeta, Rincón, Ricardinho, Marcelinho “carioca” (Ewerthon), Edilson, Fernando Baiano e (Dinei). O técnico Osvaldo de Oliveira.

Já o Ubiratan levou a já esperada “sapatada” com Leis, Pereira, Claudinho, Márcio Santos e Paulo Fernandes (Marcelo), Zé Luciano, Dênis, Marco Antônio, Alexsandro, Paulo Cesar e Gustavo (Jean). O técnico era Everton Stringueta.

Independente dos resultados, o que valeu desta fase da Copa do Brasil na qual o Corinthians foi campeão daquele ano com seu início da trajetória no estádio “Douradão”, é que Dourados foi divulgada de forma positiva para todo o país, pois antes disso e até os dias de hoje, infelizmente a cidade é divulgada de forma negativa como a rota do tráfico de drogas, e contrabando de cigarros e armas e munições entre outros delitos.

Bola murcha...! A bola murcha vai para o jornalista que responde pela coluna.

Tudo se inicia após uma colocação na qual fez sobre a perda do primeiro -e inédito- título da Copa Assomasul.

Sem desmerecer os integrantes da comissão técnica e do selecionado da equipe douradense que é geralmente convocada pela FUNED (Fundação de Esporte de Dourados), somente foi o lamento de perder o título inédito para o Aquidauana em pleno “Douradão” como ocorreu com o Ubiratan em 2.000 que deixou escapar o caneco dentro de casa ao perder para o Comercial.

Acredito que os leitores, Fábio Bezerra, que fez um comentário pejorativo a minha vida pessoal, ao me taxar como jornalista de boteco (mais de 90 por cento dos profissionais toma umas e outras se ele não sabe disso, e eu não seria diferente (e é público).

Acredito que  o Fábio Bezerra deve estar sempre na porta da igreja rezando e não tomando umas como eu e muitos fazem isso, mas tudo bem, segue a vida véio. Quanto a “mágoa” por estar fora da prefeitura, isso é opinião sua, pois nos dez anos que lá estive, trabalhei e muito, e quem comigo conviveu sabe disso. Do mais, paz e bem amigão !!!

Quanto ao amigo e irmão Christian Wagner, que também “enxuga umas”, ele sabe que participei de várias edições da competição, e deve entender que jamais desmerecemos o vice campeonato, somente lamentamos a oportunidade que eles, a equipe, tiveram de ganhar as melhores premiações que foram para a acolhedora cidade de Aquidauana, só isso...!.

Abração aos meus leitores e que continuem a me criticar, pois odeio elogios, amo as criticas...!

Bola cheia...! a LEDA (Liga Esportiva Douradense de Amadores) estará realizando no próximo dia 23 um congresso técnico para eleger a futura diretoria, conselho executivo e administrativo, com primeira  chamada às 19 horas. Aqui entendo que vai dar chabu, é pagar pra ver...!

Bola murcha...! Cadê a divulgação do calendário esportivo do ano que vem para Dourados...? Embora a pandemia da Covid-19 ainda esteja em alta, seria necessário divulgar pelo menos uma meta do que poderá acontecer no mundo do esporte coletivo ou individual douradese...!

Bola cheia...! O “jacaré” está  em alta na segunda divisão do famigerado estadual sul-mato-grossense. Com duas vitórias, a equipe vem a passos largos para volta a primeira divisão.

No último domingo a equipe venceu o Moreninhas da capital por três a zero no “Virotão” e em Ponta Porã a equipe da casa passou por Coxim por dois a um...!  

Bola cheia...! Para os “minguados” atleticanos mineiros que residem em Dourados, os parabéns pelos três grandes títulos conquistados ao longo dos anos...!

Parei e fui, mais volto meu povo! Que Deus nos proteja hoje e sempre minha gente amiga ! Fui !

 

Waldemar Gonçalves, o Russo é jornalista e filiado ao SINJORGRAN (Sindicato dos Jornalistas da Grande Dourados)           

Deixe seu Comentário

Leia Também

Se sair do papel, reforma do Ginásio Municipal será 'presente' para Dourados

Imbróglio na Justiça pode deixar distrito sem campeonatos

Competição regional vai movimentar categorias de base em MS

DAC vai apostar alto para a disputa da Copa Verde

Enquanto futebol de MS capenga, cidade de 8 mil habitantes tem time na Série B do Brasileiro

Mais Lidas

TRAGÉDIA

Homem morre e outro fica ferido em estado grave após acidente na Marcelino

DOURADOS

Vídeo mostra momento da colisão que terminou com morte de motociclista

MARCELINO PIRES

Vítima de acidente tinha 33 anos e era sargento na Venezuela antes de se mudar para Dourados

DOURADOS

Segunda vítima de acidente na Marcelino Pires morre no Hospital da Vida