segunda, 24 de junho de 2024
Dourados
21ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

‘Vaquinha’ autorizada; encontro do PT e denúncia sobre uso de recursos públicos

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

16 maio 2024 - 00h04

Feirão? – Movimentação de veículos novos em comboio na manhã de ontem chamou atenção de populares na região do Jardim Tropical, onde fica a sede da Polícia Federal em Dourados. Em determinado momento, algumas pessoas chegaram a imaginar que se tratava de mais uma edição dos famosos ‘feirões de carros’ realizados constantemente no município. 

Nada disso - Porém, mais tarde, perceberam que os 28 veículos ‘sequestrados’, grande parte deles carros luxuosos, eram objetos de apreensão nas operações simultâneas realizadas na manhã de ontem e que estavam a caminho da delegacia regional da Polícia Federal. Denominadas Sordidum e Prime, as ações miram esquema criminoso de tráfico de armas e drogas, além de lavagem de dinheiro, no município e outras cidades de 11 Estados. 

Encontro – O PT de Dourados agendou para amanhã, a partir das 19h na AABB (Associação Atlética Banco do Brasil), encontro local para debater ações no município visando a pré-candidatura à prefeitura do superintendente de Patrimônio da União, Tiago Botelho. O evento contará com a presença do deputado federal Vander Loubet, e dos estaduais Zeca do PT e Gleice Jane, além do pré-candidato ao Executivo e pretendentes a chapa de vereadores. 

Respostas – Cansado de aguardar explicações sobre gestão de recursos enviados à obras de saúde pública no município de Nova Andradina, o deputado federal Geraldo Resende (PSDB) procurou o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), apontando falta de eficiência na aplicação dos valores destinados ao município há mais de 10 anos, segundo ele aponta. 

Valores – No documento, Geraldo cita recursos assegurados nesse período para obras que já deveriam estar concluídas diante do tempo. Juntas, essas ações somam mais de R$ 3 milhões em recursos, conforme a denúncia feita pelo parlamentar. 

Vaquinha – Desde ontem as empresas ou entidades cadastradas junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estão autorizadas a prestar serviço de financiamento coletivo de campanhas nas Eleições Municipais que acontecem em outubro deste ano. Através das chamadas ‘vaquinhas virtuais’, elas podem arrecadar recursos, desde que previamente contratadas por pré-candidatos ou partidos políticos.

Sequência – De acordo com o Tribunal, este será o quarto pleito com opção de financiamento de campanha no Brasil. A modalidade foi instituída pela reforma eleitoral de 2017, sendo utilizada nas Eleições Gerais de 2018 e de 2022 e no pleito municipal de 2020.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PT trabalha mesma ‘fórmula’ nos dois maiores colégios eleitorais de MS

Confirmando pré-candidaturas, Dourados pode ter ‘embate’ de 20 anos atrás

Em evento no Antenor Martins, Alan questiona adversários: “em ano de eleição não pode trabalhar?”

Escola de trânsito; ‘fundão’ e as pré-candidaturas

Aeroporto mais uma vez; Alan e Tereza e ‘carimbo’ de parlamentar de MS em projeto polêmico

Mais Lidas

OPORTUNIDADE

Frigorífico abre 360 vagas de emprego em Dourados

DOIS IRMÃOS DO BURITI

Prefeitura de MS abre concurso com salários que ultrapassam R$ 14 mil

CAMPO GRANDE

PMs sequestraram motorista de caminhão para roubar droga

DOURADOS

Final de semana permanece quente e seco, mas temperatura despenca nos próximos dias