Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Reinaldo deixa 'enigma’ no Facebook antes de anunciar decreto com flexibilização

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

01 abril 2021 - 00h05

Facultativo – Órgãos municipais e estaduais param as atividades hoje em Dourados após decretos de ponto facultativo devido ao feriado de amanhã, Sexta-feira da Paixão, em todo o país. Apenas os serviços considerados essenciais, ligados à saúde e coleta de lixo, por exemplo, continuam. 

Calamidade - Mais três cidades sul-mato-grossenses tiveram aprovados pela Assembleia Legislativa de MS a prorrogação do estado de calamidade pública. Rio Verde do Mato Grosso, Glória de Dourados e Jardim, conseguiram estender o prazo até 30 de junho deste ano. 

Homenagem – Na volta das sessões após suspensão das atividades por conta do aumento de casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul, os deputados estaduais aprovaram ontem o projeto de lei que denomina Rodovia Deputado Estadual Onevan de Matos, trecho da MS-290 que liga Naviraí ao entroncamento da MS-180. O ex-parlamentar morreu às vésperas da eleição municipal do ano passado em decorrência da Covid-19.

Fora – Condenado a mais de 11 anos de prisão pela Justiça Federal na segunda-feira, o médico generalista e ex-secretário de Saúde de Dourados, Renato Vidigal, alvo da Polícia Federal na Operação Purificação por fraudes em licitações, está em Corumbá, onde presta serviço em um hospital particular. 

Investigação – Concursado na prefeitura de Dourados através da Sems (Secretaria Municipal de Saúde), Vidigal também é alvo de sindicância por comissão formada pela administração municipal. 

Indicação – O governador Reinaldo Azambuja indicou e a Assembleia Legislativa aprovou o nome do secretário especial Carlos Roberto Assis para comandar a Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos) a partir de 12 de abril, quando expira o mandato de Youssif Domingos. 

Enigma – Antes de anunciar a flexibilização do novo decreto aliviando as atividades econômicas atingidas na semana passada, o governador ‘filosofou’ nas redes sociais. “Bom dia! Os tempos são de controvérsia e desafios; os dias são difíceis para todos, a pandemia consome vidas e exige sacrifícios. Mas, apesar de tudo, viver é preciso. Com vida temos esperança pra recomeçar, recuperar, reconstruir, reiniciar. Há um tempo determinado para tudo debaixo do céu!”, escreveu no Facebook.

Enquete – Dos 427 votantes da enquete proposta pelo Dourados News, 243 se posicionaram favoráveis às medidas restritivas do governo do Estado – incluindo fechamento de atividades e toque de recolher às 20h – impostas em decreto com validade até domingo, dia 4. Já 184 se mostraram contrários às determinações. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CPI da Covid terá que ‘correr contra o tempo’ para análise de documentos e oitivas
‘Costura’ pelo governo começa a ganhar forma para as eleições de 22
Ex-deputado que perdeu eleição em 2020 deixa hospital após quase 1 mês
Deputado se irrita e fala em perseguição após proposta arquivada
Suspensão de limpeza pública traz de volta receio de douradense com mato e sujeira

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados